gototopgototop

Mensagem de 17 de Junho de 2018

 

Queridos filhos!

Com paz, alegria, vivenciamos este momento de oração. Eu entrego todos os filhos aqui presentes ao Coração Misericordioso de Jesus. Peço que Ele olhe por vocês, pelas suas famílias, pelas suas missões, pelas suas necessidades e graças que precisam alcançar.

Vocês devem também agradecer pelas graças recebidas. Vamos colocar aqui a conversão do Brasil, para que haja fraternidade, unidade e fé. É nos momentos mais difíceis que Deus nos coloca diante da força, da coragem e da fé! O servo de Deus precisa estar pronto para a grande batalha. O compromisso de todos os filhos e filhas, que estão em missão sobre a Terra, é entregar todas as nações ao Coração de Jesus.

Vamos consagrar o povo de Deus, as famílias, as crianças, os jovens ao Coração Misericordioso de Jesus, porque só a Misericórdia é a nossa salvação, principalmente neste momento, em que o homem vive sob o desânimo, a dúvida, um mundo cheio de sofrimentos, tão cheio de lágrimas, de desespero, de tristeza. As pessoas não sabem onde buscar confiança. Vivem de forma irresponsável, na violência e se esquecendo de entregar seus corações, suas almas, suas vidas, a Deus. A entrega à oração deve ser total.

Quantos jovens estão sofrendo por não amar Jesus, por não se entregarem à realização do plano de Deus, na fé e na caridade. Quantas crianças inocentes estão sendo assassinadas de forma cruel. Há tanta maldade sobre a face da Terra, tanta injustiça e ganância, tanta violência, tanta dor.

É por isso que o mundo – não só o Brasil – mas o mundo inteiro, vive um momento de tristeza. Este não é um momento de alegria, mas de tristeza, é o momento de nos segurarmos completamente nas entranhas do Coração de Jesus e confiarmos piamente em suas palavras, em seus ensinamentos.

Para onde está indo a juventude que não crê e que não busca uma vida de santidade? Para onde estão indo as famílias, que deveriam estar com seus santos terços nas mãos e fazendo a vontade de Deus?

Devemos todos lutar pela santidade, buscar pela santidade e nos defendermos de todos os combates espirituais, principalmente espirituais. O povo de Deus precisa acender a chama da fé, do amor, da caridade e da fraternidade. Não é um sofrimento qualquer que está sobre o mundo, é um sofrimento que resulta dos pecados cometidos pela humanidade.

Peço-lhes hoje que sejam almas consoladoras do Coração de Jesus, orando e pedindo a Deus pela Misericórdia. A humanidade não está se preocupando em voltar à Casa do Pai, em se entregar a uma caminhada com o Pai, com o Divino Pai Eterno, com o Espírito Santo e com Jesus.

Você precisa ter esse encontro de fé, realizar esse encontro íntimo com Jesus, porque é Ele que vai lapidar e santificar o seu coração. O mundo precisa ser santo. Jesus tem feito um apelo urgentíssimo para a vida de santidade. Para ser santo você tem de ter a graça de uma vida digna. De querer, de fato, uma vida digna, filhos!

Se a humanidade continuar como está, a tendência do homem é estar cada vez mais distante de Deus, e diante de um sofrimento árduo, muito árduo. Você colhe, o que você planta. Não adianta você dizer: “Mãe, eu quero colher flores!”— se você está plantando dor, se você está plantando discórdia, se você está plantando a desunião e a violência.

Hoje é o dia do Senhor. Se você não ora, não se aproxima de Jesus, adorando-o e estando intimamente unido a Deus, você se enfraquece. Você precisa de Deus, seu corpo, seu coração, sua alma e seu pensamento. Você precisa colocar seu pensamento em Deus. Você não é somente uma forma, você tem uma vida, tem uma alma, tem um coração. Esse coração precisa pulsar forte de amor a Cristo, para que a juventude não se perca mais e mais, como está se perdendo.

Este é um momento de reflexão. Este ano é um grande ano, pois é o ano da fé e da unidade. Se Deus nos pediu fé é porque virão tempestades e para vencê-las precisamos de fé, precisamos de coragem. Não precisamos ter concordância com os outros. As pessoas hoje concordam com tudo, principalmente com as coisas que não são tão importantes como os erros. Estão tão acostumadas a sofrer que perderam a vontade de vencer. A postura correta da pessoa de fé é a coragem.

Por isso você tem de refletir sobre a vida dos santos e ver como eles foram corajosos. Eles tiveram momentos de fraqueza, momentos de tempestades, momentos de sofrimentos, mas eles foram fortes. Neste ano da fé e da unidade é o momento de vocês serem fortes.

Qual é o objetivo que você tem de viver em comunidade?

Qual é a missão que você tem nesta comunidade, aqui na fraternidade, na sua comunidade, no Brasil e no mundo?

Qual é a missão que você precisa construir?

Essa missão começa dentro de sua casa! Por isso é que este domingo é dedicado à família, por que a sua missão começa dentro da sua casa. Catequize seus filhos, coloque seus filhos no caminho de Deus. Ensine a seus filhos a terem temor a Deus. Os pais colocam seus filhos no caminho, mas não os levam a ter temor a Deus, o temor a Deus é amor. É amar a Deus. É o contrário do medo. É o contrário do pânico. Amor é o que nos leva a ter uma vida saudável, uma vida feliz. Esse temor a Deus tem de ser revestido do amor de Deus em nossas famílias para que sejam santas, saudáveis, para que tenham a saúde da alma, a saúde do coração. Porque a doença maior está no coração das pessoas: ganância, revolta, ego, orgulho. Essas coisas precisam ser vencidas. Essa é a missão da família, principalmente, da graça de você buscar compreender a riqueza da vida.

Olho para vocês, filhos, neste momento eu olho para vocês. Eu vejo vocês, e vejo que Deus tem algo muito importante para o mundo. Deus quer a salvação de seus filhos. Ele quer que seus filhos sejam vitoriosos, que sejam felizes. Por isso, este é o ano da fé e da unidade. Prestem atenção, o demônio quer que vocês estejam cada vez mais divididos. Ele quer a divisão. A inveja divide. O ciúme divide. Os caprichos da carne dividem. Mas Deus quer ver vocês unidos. Na unidade e fraternidade.

O que nós, como famílias cristãs, podemos fazer para trazer para o mundo a unidade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo em nós? É preciso cultivar a aliança do amor. Pensar assim: “Eu sou importante, você é importante, nós somos importantes para Deus!”. Essa é a grande graça, é a grande mensagem do Céu para os nossos dias de hoje. Sejamos filhos de Deus importantes.

O homem tem perdido os seus valores como pai, como mãe e como filho. É preciso resgatar esses valores porque o mundo está doente, está perdido nas trevas. O demônio tem zombado cruelmente de vocês. Mas vocês precisam vencer e se erguerem. Vocês precisam da prosperidade, do alimento e do trabalho. Precisam ser felizes! Deus fez este mundo, esta passagem, para que vocês fossem felizes.

Se fecharem seus olhos – por um minuto – verão o quanto é bom estar sobre o mundo. Deus fez o mundo bonito para seus filhos. Deus fez um paraíso para seus filhos. Mas os seus filhos têm confundido toda a graça, todo o amor de Deus – o tem deixado, o tem desperdiçado. Os filhos de Deus se envolveram muito com as migalhas, com os caprichos e as ciladas do demônio.

Mas o mundo precisa estar de pé. Estamos no tempo da justiça de Deus. Temos de estar de pé, prontos para orar, prontos para vencer. Devemos ter humildade no coração e sentir o perfume da unidade, da graça de Deus.

Hoje é um dia santo para mim e para os filhos de Deus. Temos fé, somos movidos pela fé. Sabemos a importância de Jesus Eucarístico. Sabemos o valor da Santa Comunhão, da união, da oração e da fraternidade.

Vocês, peregrinos chegam de longe, têm a alegria de estar aqui, a alegria de ouvir a Palavra de Deus, a alegria de vestir as vestes brancas do Espírito Santo. Você tem vontade. Você precisa ter vontade de vencer. Esta missão, eu, Maria, tenho com vocês nos dias de hoje: lutar, abrir-lhes os olhos para o Espírito Santo e deixar que o Espírito Santo aja! Há tanto sofrimento, há tanta maldade, por isso, você precisa orar. Precisa de se colocar diante da fé e da unidade. Se não fizer isso, o sofrimento irá se multiplicar.

O homem precisa ter temor e amor, a Deus. Deus lhe ama, como em várias canções – nas quais vocês louvam o Senhor – expressam. Vocês sempre dizem: “Como é grande o amor de Deus por mim, como é grande!”.

Eu, Maria, a Mãe de Deus, posso lhes dizer e lhes confirmar o tamanho desse amor que Deus tem por nós. É infinito. É grande demais! É bonito demais. Por isso, vocês não devem permitir que o inimigo destrua o que existe de mais importante em sua vida, que é a paz: a fé e a alegria. Mesmo em dias tristes, vocês têm de estar alegres, de ter a graça de estar na presença do Senhor. O Senhor está no meio de nós. O Senhor é Misericórdia! É o Sagrado Coração de Jesus que nos faz felizes. Somos felizes! Temos alegria. Deus está conosco. Se Ele está conosco, não precisamos ter medo, precisamos ter fé! Fé para lutar! Fé para seguir adiante! Fé para construir a paz! Fé para vencer os tormentos!

Quero pedir para vocês que estão aqui: “Coragem!”. Coragem porque a nossa luta será grande, mas a nossa vitória será maior ainda. A nossa vitória será maior do que a nossa luta! Quando encontrarem a vitória, dirão: “Senhor, a vitória é muito maior! A vitória é sublime! Porque o Senhor é a luz da vitória! O Senhor é a nossa vitória!”.

Vamos nos colocar aqui, pais, mães, famílias, as comunidades, os grupos de oração, todos são um só. Prestem sempre atenção às pegadas de Jesus. O amor! O amor nos une! O amor não divide ninguém. Na Igreja somos um só coração, uma só alma. Todos os grupos de oração, da família, os terço dos homens, das crianças, o apostolado da luta pela vida humana.

O apostolado da luta pela vida humana precisa estar de pé. Precisa estar de pé porque a luta pela vida humana é a grande caminhada de vocês nos dias de hoje. O país que não orar, sofrerá muito. O país que não der combate a esse veneno do mal sofrerá. Esse veneno mata cruelmente a vida dos inocentes, tira-lhes a felicidade. Não só dos que estão no útero, sendo gerados, crescendo, mas também dos que estão aí sendo condenados em vida. Quantas crianças estão morrendo e as pessoas estão fingindo não ver. É preciso estar pronto para a missão, pronto para a batalha.

Ao coração da mulher Deus deu a graça da maternidade. Às vezes você pensa que a graça da maternidade está em gerar um filho em seu ventre. Mas não é no ventre, é no coração. Quem ama o filho, não mata o filho. A mulher precisa amar o filho. A grande caminhada de vocês é lutar para que o amor da mãe esteja no coração dela. O coração é o olho que vê Deus. Se deixarem se envolver pelos olhos do corpo, não salvarão nenhuma vida, nem sequer a sua própria vida. Por isso, você tem de ver além, além dos olhos da carne, e vivenciar a força do Espírito Santo que age no coração de cada filho de Deus sobre a Terra.

Inicie, uma campanha em prol da vida humana com o propósito de despertar o amor das mulheres. Esse amor deve brotar do coração. É o coração da mãe que bate, para que o coração do filho também bata forte. O coração dos filhos precisa bater forte para dar combate à principal ira do demônio sobre a Terra nos tempos de hoje: matar, tirar a vida dos inocentes e assim matar a essência da humanidade, que é a família!

Comece a orar para que o amor esteja presente no coração das mães, e dos pais também, porque os pais precisam ser instrumentos na defesa da vida. As mulheres, infelizmente, estão sendo apenas um objeto material onde se glorificam diante de tantas coisas tristes, em vez de dobrarem os joelhos e pensarem na Misericórdia.

A vida sobre a Terra passa, mas lhe conduz a algo sublime. Para onde você vai com esse coração tão longe de Deus? É necessário dar combate, ser vencedor.

Então, o ventre onde o filho é gerado é grande, mas o coração precisa ser maior ainda. O coração é que move vocês, filhos. O sentimento vem dele. Todo o rancor, todo o sofrimento precisa ser libertado. Liberta o coração de quem ama a Deus.

Quero colocar o coração de todas as mulheres do mundo nas entranhas do Coração de Jesus para que Ele tome conta das nações que estão, tristemente, fazendo festa com uma das maiores tristezas do mundo, que é matar àquele que não tem nenhuma possibilidade de se defender. Você, mãe, é a defesa dele. Você, mãe, é que precisa defender seu filho. Seu coração precisa bater forte pela vida dos inocentes.

Jesus disse: “Por fim, a vitória de Deus reinará sobre a Terra!”. Isso é o triunfo do meu Imaculado Coração.

Com grande amor, eu quero dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu lhes abençoei com grande amor e carinho. Esta mensagem nos mostra o momento em que o mundo vive. Vive um momento de tristeza, mas Jesus nos chama a estar na presença dEle: "Alegrem-se porque Eu sou o caminho, a verdade e a vida". Ele nos mostra claramente que precisamos seguir os passos da fé e da unidade sobre todos os confins da Terra. Ele nos coloca em oração pelos jovens, nos coloca diante dos jovens que precisam ser curados e libertos de todo mal que hoje lhes tira a felicidade. Que tira a alegria da juventude.

Jesus também nos pede oração pela edificação das famílias e pela santidade. Ele nos conclama para lutarmos pela luz no coração de todas as famílias e nos faz um grande pedido em prol da vida. Eu sei que vocês caminham aqui em construção da graça de salvar e lutar pelos inocentes. Jesus nos coloca diante da Misericórdia, nos mostrando que humanamente as pessoas matam: na violência, na guerra, na dor. Mas, se o ser humano agir pelo coração, então, é Deus que age no coração e as pessoas irão agir em prol da vida, defenderão a vida. As mulheres serão as primeiras a defenderem a vida com coragem, as primeiras a defenderem seus filhos, e os pais também.

Então, a grande transformação começa no coração, na alma. Esse é o grande ensinamento de Jesus para que o homem tenha prosperidade e tenha uma vida cheia de saúde e de paz. É preciso que as pessoas tenham a essência da fé e do amor em seus corações. Deus nos deu a liberdade para escolher. A escolha é de cada um. Que vocês saibam ser filhos felizes. Faça a sua escolha pelo Céu, pelas coisas de Deus.

É por isso que eu desejo que permaneçam em paz, sob as bênçãos de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Divino Espírito Santo.

As flores foram abençoadas para a cura e libertação de todos os doentes do corpo e da alma.

Aos aniversariantes, eu desejo luz. Que o Sagrado Coração de Jesus lhes proteja.

Eis aqui a Serva de Deus, a Mãe de Piedade, a Imaculada Conceição. E, eis que o Senhor me chama!

Última modificação em Terça, 19 Junho 2018 16:26
Mais nesta categoria: Mensagem de 24 de Junho de 2018 »

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp :
31 9 9695-4716