Terça, 25 Setembro 2018 16:33

Mensagem de 23 de Setembro de 2018

Avalie este item
(7 votos)

Queridos filhos!

É uma paz tão grande poder ser acolhida com o imenso amor dos filhos. Deus me concede a felicidade de tê-los nesta missão de luta pelo Triunfo do meu Imaculado Coração. Eu agradeço a cada um dos filhos aqui presentes pela oração, pela devoção, pela fé. Olho neste momento para o Brasil, para o mundo, para a Santa Igreja, para as famílias que são o jardim de Deus.

Há 31 anos Deus me faz Serva neste Vale de uma beleza espiritual que é o amor, a fraternidade, a caridade – que traz para o mundo o ensinamento da fraternidade para os tempos de hoje, do quanto os homens precisam se curar das feridas que têm levado as pessoas a tanto sofrimento, causado pelo pecado.

Então, hoje, nesta tarde, neste dia do Senhor, que é também o dia do Santo Padre Pio, um santo fortíssimo, um santo muito presente, de uma autenticidade linda e de caridade. Ele viveu e serviu a Deus com todo o seu coração e alma. Ele entregou-se inteiramente ao serviço da obra do amor, da obra da caridade. Hoje estamos aqui sob a proteção dele também. Porque os santos são exemplos de fé. Vocês também são santos, filhos! Deus lhes quer santos! Eu, Maria, quero ver vocês santos!

Jesus é o caminho que nos pede com serenidade: santidade! Nestes 31 anos de graças, o Céu me colocou aqui para dizer-lhe: Filhos, o que é a vida se não têm amado e respeitado a Deus, a sua família, a sua comunidade, a sua missão e à Santa Igreja?

O mundo precisa muito da proteção divina. O mundo precisa muito do Divino Pai Eterno, da Misericórdia de Jesus Misericordioso e da unção do Espírito Santo.

No momento em que o Céu abre, e Deus me coloca aqui de corpo e alma, eu posso ver a todos vocês aqui. Poço olhar para as suas necessidades espirituais, materiais e temporais. O Espírito Santo é esse enorme canal. Como o Espírito Santo, neste momento, é luz aqui, filhos! Nós podemos nos sentir aquecidos pelo Espírito Santo. É uma proteção lindíssima do Espírito Santo, que se faz presença no meio de nós. Vamos pedir ao Divino Espírito Santo que ilumine o Brasil que precisa tanto de oração. Porque vocês estão vivendo um tempo de sofrimento, não só em sua pátria, mas no mundo. Os homens não sabem amar, não sabem repartir, não sabem participar como Jesus Cristo quer que sejamos: uma Igreja viva, onde haja amor fraterno. Que a Igreja seja uma obra viva. O maior testemunho é a obra.

Hoje, filhos, Deus ainda me concede a honra de estar presente aqui de corpo e alma. Mas, se hoje eu deixasse de estar aqui, vocês já veem uma obra, uma obra de amor. Quantas pessoas que dedicaram e estão dedicando a sua vida nesta comemoração dos 31 anos de bênçãos para fazer destes dois dias, dias de oração.

Quantas pessoas largaram suas casas para estar no Coração da Mãe de Piedade. Quantas pessoas que, mesmo com a saúde física debilitada, devido aos anos, estão aqui perseverantes. Para mim, isso já é um sinal, o sinal da minha luta, que durante todos os anos, desde que Deus me enviou à Terra, tenho lutado e construído no caminho de vocês – que é Jesus – essa luta de devoção ao Santo Rosário.

Que arma linda! Quem tem a sua arma linda é feliz. Toque sobre essa arma linda e lembre-se das palavras de Jesus quando disse assim: “O dia em que olharem para o mundo e não encontrarem mais saída, peguem seu rosário, aperte em suas mãos e digam: ‘A oração é a minha vitória! A oração é a minha arma de vitória!’”.

Vocês verão filhos, os prodígios das bênçãos de Deus em sua casa. Vocês contemplarão de joelhos os milagres de Deus em sua vida. A oração é tudo o que o homem precisa para construir o mundo novo. O mundo precisa orar com mais fé! Orar com obras!

Quando vocês chegam aqui, no primeiro momento encontram uma obra, uma obra inexplicável pelos homens da Terra. Porque as pessoas resumem a vida na ganância e no poder. Mas aqui, os homens precisam resumir a vida na oração e na fé. Na oração e na fé! Na oração porque o mundo está doente, é um mundo necessitado de tanta graça, de tanta cura. E na fé, porque Deus não invade o seu coração. Ele só entra se você o abrir e disser: “Senhor! Eu estou aqui e meu coração está aberto esperando por Vós!”. Então, Jesus entra em seu coração. E, quando Ele entra em seu coração, não existe coração de pedra, existe um coração de amor, e você começa a amar a Jesus. Começa a perceber que amar a Jesus é amar a sua família, a família que Deus lhe deu, a família que você, muitas vezes, não valorizou, que você deixou o mundo destruir com os vícios, os pecados e a ganância. Você não olhou para esse jardim e disse: “Meu Deus, como eu sou rico! Porque a única riqueza que nunca termina e morre é a minha família!”. Mesmo que muitos não estejam mais aqui, eles nunca deixarão de viver dentro de você, porque isso é o amor de Deus, filhos! O amor nos faz entender o lindo mistério da morte, que nos leva à grande entrega da ressurreição, que é a Vida Eterna.

Quando chegamos aqui, nos deparamos com um sinal de Deus. Muitas vezes, esperamos um sinal de Deus vindo nas montanhas, vindo na tempestade, vindo nas mudanças do clima, da natureza, mas, de repente, Jesus Misericordioso diz assim: “Os grandes sinais de Deus, para os dias de hoje, precisam estar no coração dos homens!”.

Então, você olha e sente que neste Vale, de pessoas pecadoras, mas também santas, na luta pela santidade, você começa a compreender que amor existe. Mesmo que você tenha que ser simples e humilde, para aceitar aquilo que de mais simples e humilde que o Senhor tem para lhe oferecer na pessoa do irmão que lhe acolhe. Você olha e diz, no íntimo de sua alma – vencendo aquela soberba que estava dentro de você, aquele ego doentio – você olha e diz: “Ainda temos a esperança de um Brasil melhor!”. Porque o povo de Deus é grandioso! Porque o povo de Deus tem fé! Porque o povo de Deus consegue derrubar qualquer barreira pelo poder da oração!

Nós nos deparamos aqui com aquilo que parece ser impossível aos olhos humanos, que é Jesus se manifestar a nós na brisa mansa, mesmo com esse sol que aquece o mundo, Jesus vem, chega, e diz: “Eu estou aqui, não se preocupe se o sofrimento está em sua casa, em sua família, se você está carregando uma enfermidade em seu corpo, se a enfermidade está em sua alma, em seu coração – faltando luz, faltando Deus, faltando amor, faltando fé. Eu sou Aquele que lhe ama!”.

Quando você se depara com esse amor de Jesus, que eu digo, como Mãe dEle, que é um amor lindo demais, é bom demais – você vê que Jesus chega até você. Ele chega leve, suave, naquela brisa que parece tão suave que você demora a perceber o encanto dela sobre a sua vida. Às vezes, você está muito mais voltado para o mundo, para o barulho, para os rumores da Terra, ao julgamento, à crítica, à perseguição, que não percebe que Jesus está ali dizendo: “Acorde! Eu estou aqui e eu quero fazer de você aquilo que você deseja – e que eu desejo de você – um sinal vivo de Deus!”.

Então, hoje, filhos, o sinal maior que Deus quer no mundo são os seus filhos. Como aqui estão presentes o terço dos homens, das crianças, dos jovens, da família. Vamos dizer juntos: “Obrigado, Senhor!”. O sinal de Deus é lindo demais. É lindo demais. É lindo demais esse presente de Deus. É a criança que ora, é o jovem que ora, a mãe que ora, o homem que ora, a mulher que ora, a Igreja que ora.

Assim nós nos sentimos tão abençoados, tão abençoados, ao olharmos para este lugar tão delicado aos olhos humanos, de uma beleza singela. Quando você está diante do oceano, você se engrandece, pela grandeza. E, aqui, você tem uma beleza de suavidade, uma beleza na qual você olha para dentro de você e começa a perceber: “como é possível em um lugar tão simples, Deus movimentar seus filhos para uma obra tão grande!”.

Então dizemos para Jesus: “Jesus, eu confio em Vós!”. No silêncio de nosso coração, Maria, Mãe, e vocês, filhos, sentimos que Jesus também confia em nós. Nesse momento olhe para dentro de seu coração e, junto com a Mãe de Piedade, reflita no silêncio de seu coração, sobre a confiança que Jesus depositou em sua vida. Reflita sobre isso! A maternidade, a paternidade, o ser irmão, o ser missionário, o servir, o amar, o perdoar, a habilidade de construir. Reflita como Jesus confia a nós o Triunfo do meu Imaculado Coração. Como Ele confia, filhos!

Hoje eu quero agradecer a Jesus por essa confiança. Porque eu sei que esse Triunfo será a grande graça de toda a humanidade. Será o grande sinal de todos os tempos!

Estamos aqui, e com Jesus, queremos ficar também com o Pai, com o Espírito Santo e com os santos. Que o Santo Padre Pio olhe por nós. Que o mundo olhe para Jesus, como olharam os santos e se doaram inteiramente a Ele.

Louvado seja Deus por estes 31 anos de bênçãos! Louvado seja Deus por todos os romeiros aqui presentes, que são filhos devotos, fiéis. Até aqueles que estão aqui hoje sem saber o que estão fazendo aqui. Quero dizer para vocês: “Eu amo vocês! Mesmo que vocês não saibam o que está fazendo aqui, mesmo assim a Mãe de Piedade lhe ama, porque ela sabe que você é importante para Deus! E o que é importante para Deus, é importante para a Mãe de Jesus!”.

Você é importante. Aproveite, abrace esta sua primeira vez de graça, a graça que Jesus é para sua vida hoje. É a graça com a qual Jesus quer transformar você. Que você tenha a sabedoria de sair deste lugar cheio do Espírito Santo de Deus para fazer um mundo de luz, não só no Brasil, mas ser exemplo para a humanidade. O exemplo da humanidade é que trará alegria para as nações.

Por que as nações estão hoje no escuro? Por que o Brasil só tem sofrimento? Por que as outras nações só têm sofrimento?

As pessoas não respeitam mais a vida dos inocentes, matam por prazer, não se amam uns aos outros, não amam a Deus, não são tementes a Deus. Por isso o mundo está doente. Essa doença está em todas as partes da Terra. Se o Brasil se tornar luz, o mundo também será luz. Ninguém vai querer ser trevas em meio a um país que é luz.

Então, o exemplo de um povo, é um exemplo que arrasta o mundo. A fé de um povo é a fé que cura o mundo. A entrega de um povo é que faz o milagre acontecer no mundo. Então, sejam filhos de fé, filhos! Que Deus nos abençoe nessa missão. Eu ainda estarei presente com vocês, mas sei que Deus tem um plano. Quando Ele disser: “Maria, Mãe, você cumpriu a sua missão!” Eu irei lhes agradecer e dizer: "Filhos, daqui para frente vocês caminharão sobre as pegadas de Jesus". Porque a Mãe disse e lhes ensinou que o caminho é esse. Mas, enquanto Deus me permitir estar aqui, aproveitem essa bênção, essa graça. Aproveitem este Céu, respirem este Céu, aprendam com este Céu, que é humilde, que é simples, que acolhe, que ama, que abraça. Por isso, valorizem! A minha presença aqui é o Céu no meio de vocês. Eu sou um instrumento, a Serva de Deus. Aproveitem essa graça porque eu não posso lhes afirmar até quando. Enquanto Deus me permitir, eu estarei firme, forte e fiel com vocês, na luta pelo Triunfo do meu Imaculado Coração. Mas se preparem, porque o Céu já está fazendo a obra. E, quando estiverem preparados para essa obra, vocês serão conduzidos por Jesus. A Mãe de Jesus estará junto dEle pedindo por cada um de vocês.

Por isso, eu louvo ao Senhor pelos romeiros que aqui vêm, que aqui buscam estar sob o Manto da Mãe de Piedade.  Sob a proteção deste Manto, eu quero neste momento lhes abençoar.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu lhes abençoei com todo amor. Esta mensagem de hoje nos faz sentir o quanto somos importantes para Deus, o quanto Ele confia a nós uma missão tão linda. Também nos faz respirar o perfume da Misericórdia e estar sob as Entranhas do Coração de Jesus Misericordioso e nos prepararmos para a realização do plano de Deus na Terra.

O Céu nos traz nestes 31 anos a graça de sentir que, especialmente aqui neste santuário, a grande transformação será dos filhos. O grande sinal será nos filhos.

O que será que Deus reserva para este santuário, filhos?!

Será lindo demais, porque onde houver homens transformados haverá obra viva de amor. O Santo Padre Pio foi exemplo vivo no meio de nós espelhando esse amor. O amor dele está vivo. Quem semeia o amor, viverá para sempre.

Que Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo lhes abençoe.

Abençoei hoje os aniversariantes e os filhos que estão completando anos de união matrimonial. Agradeço a todos vocês de Coração. Muito obrigada pelo “sim” de vocês.

As flores foram abençoadas para cura e libertação dos doentes.

Eis aqui a Serva do Senhor, e eis que o Senhor me chama!

DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd