Sexta, 21 Dezembro 2018 08:38

Mensagem de 16 de Dezembro de 2018

Avalie este item
(4 votos)

Queridos filhos!

Hoje é o dia do Senhor, domingo, dia dedicado aqui neste lugar abençoada à Família. E este mês é o mês de oração pelas famílias.

O Menino Jesus nos faz acender a chama do amor à família, especialmente à Sagrada Família de Nazaré.

Eu, junto a São José e o Menino Jesus abençoamos a todas as famílias do mundo inteiro, em especial à sua família. Você está aqui hoje vivenciando este domingo de graças preparando o seu coração para que a sua família seja o presépio maior neste Natal, e que o seu coração seja o sacrário vivo para Deus.

Este é um momento de alegria, mesmo diante das batalhas, dos sofrimentos, das lutas constantes, porque todos vocês passam pelas lutas constantes na vida. Ninguém tem batalhas fáceis na vida. Tem as provas. Quem não encontra sobre o caminho os espinhos, as armadilhas?

Eu, inclusive, queria convidar a família a ser família de oração. Para que você vença os espinhos, para que você vença as armadilhas do demônio, você tem de orar. Eu queria convidar vocês a serem pessoas de oração, pessoas de Deus, pessoas de fé, a dobrarem os joelhos e orarem. Devem acreditar mesmo, acreditar piamente.

A humanidade vive um momento sem fé, basta olharmos e vermos que a humanidade se prepara para o Natal, mas não tem a espiritualidade do Natal.

O Natal é algo muito importante para a família, para a Santa Igreja. É algo que mundo necessita: luz! As pessoas estão sob as trevas. Quando falamos do mundo, falamos de um mundo prisioneiro, de um mundo sem liberdade. Isso significa que o mundo está mal.

Se o mundo estivesse bem, você estaria em um mundo sem violência, sem maldade, em mundo feliz. Os jovens estariam felizes. Mas os jovens estão se voltando apenas para o mundo do sofrimento. Dificilmente vemos um jovem que pega em seu rosário e se volta ao caminho de Deus, vemos aquela juventude saudável, feliz. A juventude feliz é uma juventude que se espelha nas pegadas de Jesus Cristo: no amor, na felicidade. Mas hoje vemos só dor, só tristeza. Muitas perdas nas famílias.

Quantas famílias estão perdendo os seus filhos na fase mais linda da vida, que é a juventude. É muito sofrimento, filhos!

Mas, quando falamos do Natal, falamos de um tempo de alegria, de uma espera. É uma esperança! O mundo precisa dessa esperança. Hoje vocês procuraram vivenciar isso através de reflexões, meditações. Buscando a bênção e a proteção da Sagrada Família porque vocês sabem que o mundo precisa de esperança. O mundo que está em desespero. Quem lhes diz isso é a Mãe de Deus, aquela que vem ao mundo pela vontade de Deus porque o mundo precisa da luz divina, do Céu em nossa vida, do Menino Jesus em nossa vida. Coloque Jesus no centro de sua família.

Esta comunidade está a caminho do seu aniversário de formação, do seu “sim”, da sua entrega. Sabemos que até mesmo aqui na comunidade, quantos corações ainda não se entregaram. Estão perdendo tempo. E o tempo passa. A graça não se perde, mas se você for deixando para amanhã, para amanhã, você vai perdendo muito tempo. Você poderia estar com uma vida bem mais feliz. Você murmura diante do sofrimento devido ao orgulho, ao egoísmo. Você tem de procurar Deus.

A criança tem de crescer com a luz do Menino Jesus, para que haja a formação de um jovem feliz. Se vocês, pais e mães, não procurarem colocar essa luz na vida de seus filhos, desde pequeninos, eles não terão uma conduta feliz.

O mundo e as armadilhas do demônio, estão aí para sufocar a juventude e até a infância das crianças.

O Natal é a esperança, é o renascimento, é a graça. É a hora de vocês pensarem no momento atual. É pensar no Menino Jesus lindo naquela manjedoura e se lembrarem daquilo que o Menino Jesus é para o mundo: luz do mundo. Pense no Menino Jesus lindo e reflita se a sua família está vivendo sob a luz que esse Menino Jesus é para vocês.

Quando Jesus nasceu, a luz ressurgiu! Essa luz magnífica, lindíssima, é o Céu. Mas, hoje, você olha e vê as famílias entristecidas. Quantos pais e mães não têm nem mais a alegria de preparar o Natal, devido aos sofrimentos familiares. Quantos filhos também estão perdidos. Os pais sendo mau exemplo tendo uma cultura que é o contrário do que a criança espera que é o amor, a responsabilidade, o compromisso, a oração.

Então, eu lhes convido, nesta mensagem de hoje, a ter essa formação do Espírito Santo. Eu, Maria, quando recebi a mensagem do Anjo, meu Coração estava cheio do Espírito Santo. Não estou falando do coração de carne. Estou falando do Coração onde Deus age, do sentimento do amor de Deus.

O homem precisa ter essa luz dentro do seu coração, onde Deus age, onde você coloca seu pensamento em Deus. É a sua alma que luta pela construção da paz. É o que vocês têm feito na catequese, na oração da família, na visita da família às demais famílias.

A família orante, que é o jardim de Deus, que deve ser cuidada. Vamos zelar por este presente de Deus. Vamos nos sentir presenteados por Deus. Se é um presente, temos de nos sentir honrados por sermos presenteados pelo Pai e podermos fluir, sentir o amor do Pai em nós. Se a família é a luz do mundo, mas o mundo está sob as trevas, então vamos fazer com que essa luz brilhe, brilhe e brilhe!

Este é o momento de vocês se unirem em torno da família. Quem ora hoje, quem faz a evangelização da família, é um instrumento nas mãos de Deus. O plano é de Deus! Nós somos os instrumentos, então vamos nos unir mais. Estamos em preparação para o Natal, preparação para o nascimento e aniversário do Menino Jesus em nossas vidas. Ele é o maior presente.

Este é também um momento especial para esta comunidade. É o momento em que vocês agradecem a Deus pelo “sim”. É difícil ver famílias unidas, pensem então em ver uma comunidade que vive em fraternidade. Pare por um momento e diga: “Senhor, obrigado!”. Apesar da situação em que está o mundo, estamos aqui lutando pela paz, pelo triunfo do Coração da Mãe, que está aqui de corpo e alma catequizando vocês. O seu “sim” é uma bênção. Você que um dia disse: “Senhor! Estou aqui!”. Tem batalhas, tem. Essa família que entregou tudo isso para Deus está a tantos anos vivendo a vida a serviço de Deus. Não é fácil encontrar no mundo uma família que se entrega, que se dedica, que diz: “Senhor! Estou aqui!”. É dificílimo, filhos!

Por isso é que estamos felizes, mesmo diante das batalhas, temos motivos para nos alegrarmos. Temos uma comunidade onde se vive a partilha, a fraternidade, o amor. É um lugar onde você se sente irmão, se sente filho de Deus, onde você sente que há esperança para o mundo e que Deus existe! Que Deus é Pai! É Criador, que ama, vela, cuida!

Quando você ver a dificuldade, verá que todo o plano de Deus tem dificuldades. Não são só facilidades. Há lágrimas também. Há provas difíceis. Há provas tão fortes que se você não colocar seu coração em Deus, você não suporta, de tão forte que é a prova. Mas, de repente, no meio daquele imenso calor, você sente a brisa mansa, Jesus, que vai e  aliviando aquele peso e lhe dizendo: “Olha! Eu estou com você!”. Jesus lhe fala isto: “Eu estou com você!”. Então você sente uma força e uma vontade de seguir adiante. Você que esteve para dizer “não”, diz um “sim” mais forte.

A missão de vocês é esta: a missão da força, a missão da coragem. Que coisa linda saber que neste momento você está permitindo que o plano de Deus se realize no mundo e que você está sendo instrumento do plano de Deus. Você está sendo um canal para que este mundo caminhe sobre as pegadas de Jesus, para que as pessoas vivam o Evangelho, sejam Igreja, aquela Igreja de Cristo, formada por homens, mulheres, crianças, jovens, pessoas pecadoras, mas que têm aquele desejo de serem santos. 

Isso é alegria, é felicidade, é o maior tesouro do mundo. É o presente do mundo. Vocês estão perto daquele que está perto de vocês, que ama vocês: Deus Pai, Filho e o Espírito Santo.

Por isso, têm de ter fé, orar muito pelos jovens. Não vai ser fácil ser jovem nos dias de hoje. Ore pelos jovens, que estão atormentados por este mundo. Não conseguem ter uma visão de Jesus, só do mundo. E este é um mundo que só oferece sofrimentos. Jesus se ofereceu, Ele se entregou, para que você não vivesse o sofrimento. Veja a diferença entre o caminho de Deus, daquele que é Jesus, dessa estrada larga que está lhe conduzindo ao sofrimento, a perder tudo o que você tem. A perder a sua raiz que é a religião.

O homem tem que ter religião, filhos! Imaginem se vocês não tivessem Jesus aqui no meio de vocês. Como vocês estariam tristes. Se o mundo é triste, imagine se você não tivesse a graça de respirar a presença de Deus em sua vida. Essa presença de Deus que move você, que lhe levanta, que lhe diz: “Filho, fique de pé!”. Então, você se levanta, segue o caminho.

A missão de vocês é essa. É difícil mesmo. Não achem que será fácil, filhos! Porque não será fácil em sua casa, nem em sua comunidade. Será difícil, porque o mundo passa por um momento sofrido! Se o mundo estivesse em paz, a Mãe de Deus não estaria aqui para lhes abençoar.

O mundo está precisando de paz. Peça isso ao Menino Jesus. Peça a paz! Essa paz que é o Menino Jesus, o lindo Menino Jesus. Eu consigo sentir a paz do Menino Jesus neste momento, aqui nesta tarde. Eu consigo ver a paz do Menino Jesus aqui neste lugar, que é de Jesus! Porque está aqui aquilo que Ele mais ama: vocês!

Sinta essa paz, respire essa paz. Tire aquele mau pensamento, porque o inimigo quer só lhe lançar veneno. Coloque mais amor em seu pensar, em seu agir.

Vocês terão de vencer por amor. Terão tanto sofrimento na vida de vocês, que se não amarem, vocês não vencerão, filhos! O amor é a grande lição da vitória. Quem ama vence!

A mãe que ama ora até o momento em que seu filho necessita. Seus joelhos se dobram. Chora, mas pede por seus filhos! O filho que quer ver a família feliz, também dobra os joelhos, ora, pede! Vocês precisam do triunfo do meu Imaculado Coração. É disso que o mundo inteiro precisa.

Com grande carinho e amor, eu quero neste momento dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu lhes abençoei com muito carinho. Abençoei todos os filhos e filhas presentes aqui hoje. Este é um momento de paz, de unidade, de oração, de alegria porque estamos a espera do Menino Deus. Ele vai iluminar as famílias. Vai trazer doçura para a vida dos jovens, das crianças.

Jesus nos traz um alerta forte de oração, unidade, e nos fala o quanto a fraternidade é importante, o quanto é importante o seu “sim”, a sua entrega, a sua fidelidade ao plano de Deus. O plano de Deus é lindo, filhos! Por maior que sejam as batalhas, o Senhor é a luz dos nossos corações. E nós devemos sentir abençoados por seguir essa luz que nos ilumina com tanta sabedoria.

As flores foram abençoadas para os doentes do corpo e da alma.

A bênção foi para as famílias. Vocês estão vivenciando o mês de oração pelas famílias e a Sagrada Família vai lhes abençoar imensamente.

Que Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo lhes abençoem. Que abençoem também os aniversariantes de hoje e os romeiros aqui presentes.

É muito importante a presença de vocês aqui, filhos! Vocês são caminhantes do caminho que é o Senhor: Jesus! Esse caminho é lindo demais. Por isso, encontram dificuldades para chegar até aqui. Não se preocupem com as dificuldades, mas tenham fé e perseverança, porque estar aqui é estar diante da presença belíssima do amor que Deus tem por nós.

Eis aqui a Serva de Deus, Maria, a Imaculada Conceição, e eis que o Senhor me chama!

DMC Firewall is a Joomla Security extension!