gototopgototop

Mensagem de 27 de Maio de 2007

 

Queridos e amados filhos!

Este é um dia de grandiosa riqueza. Estamos aqui sob a linda proteção do Pai, do Filho e do Divino Espírito Santo.

Vamos iniciar este nosso momento de oração pedindo a Deus uma graça especial para todos os corações aqui presente: romeiros e peregrinos que vem até Maria, a Mãe de Deus, a Mãe de Piedade, pedindo a Deus uma graça em especial pela grandiosa riqueza espiritual dos seus corações e almas.

Hoje é um domingo muito santo, um domingo muito especial, porque vamos meditar sobre a grandeza que é o Divino Espírito Santo. Quando dizemos assim:“Vinde Espírito Santo, vinde sobre nós e nos dê a graça de corresponder aos seus sete dons.”Aprendemos que o Espírito Santo é a santificação dos nossos corações e que quando suplicamos algo ao Espírito Santo recebemos a graça da santidade em nossas almas, porque para sermos santos, precisamos muito da sabedoria. Sem essa sabedoria ninguém consegue ser santo.

Como que você vai conseguir ser santo apenas trilhando o caminho do mundo? Jamais! Você precisa trilhar é o caminho de Deus. E no caminho do Senhor você vai encontrar o Espírito Santo dando-lhe a sabedoria, porque sem  sabedoria ninguém consegue caminhar nesse caminho.

E uma coisa que eu meditava, meus filhos, quando vocês se reuniram aqui, nesta tarde, é que hoje, além de ser um dia santo por ser o Dia do Senhor, é um dia santificado por Deus que é o santificador, o Divino Espírito Santo. E vemos que hoje a Igreja, no mundo, celebra o Domingo de Pentecostes. E hoje nós aqui precisamos muito dessa presença do Divino Espírito Santo. Primeiramente porque a vida de vocês está nas mãos de Deus. Vocês vieram até aqui para ouvir o Céu, tiveram a felicidade de receber este Céu na vida de vocês. Mas este Céu veio até nós por um motivo muito especial:porque o mundo precisa realmente deste Céu.

Sabemos que a nossa vida, a cada instante, está nas mãos de Deus. Não somos donos de um segundo da nossa vida. A nossa vida pertence a Deus. E hoje os homens não têm a sabedoria da entrega, querem a sabedoria do conhecimento, a sabedoria das realizações mas, não querem a sabedoria da entrega. Eles simplesmente não se entregam mais a Deus. O homem tem muito medo da morte do corpo e esquece que essa morte é vida plena, porque ela nos dá a graça da ressurreição eterna.

Então, hoje, diante desta presença do Divino Espírito Santo o mundo precisa ter mais sabedoria, os homens precisam ter mais entrega, mais preparação. Conscientizarem-se que não são donos de nada, são filhos d´Aquele que é dono de tudo. E tendo essa sabedoria as pessoas precisam procurar mais fortaleza, porque o mundo está fraco, fraco na fé, fraco na espiritualidade. Às vezes você diz: “Eu sou muito forte”. Mas não é, filho! Você precisa muito ser forte. Na hora que lhe vem uma perseguição, a primeira coisa que você faz é cair. Ao invés de você pegar o Rosário e se segurar fortemente na oração, você cai em depressão, em angústia profunda, numa revolta terrível, num sofrimento terrível.

E nós precisamos ser muito fortes. Olhem o final dos tempos! Tempos em que o mundo está nas mãos de Deus, ninguém sabe do seu amanhã, ninguém sabe o que vai lhe acontecer depois! A sua vida está nas mãos de Deus! Por isso você precisa ser forte!

Quando falamos da fortaleza, -é importante que as famílias sejam fortes, porque o alvo que o demônio mais está perseguindo são as famílias. É o alvo que o demônio quer destruir, meus filhos! Estamos vendo o quanto que as famílias estão fracas, sendo destruídas. É a grande verdade dos tempos de hoje: famílias sem amor, sem diálogo, sem dignidade, sem respeito, sem verdadeiramente terem desejo de serem santas como a Sagrada Família.

Neste Vale, escolhido por Deus, é um lugar em que meditamos toda a importância da nossa vida. Aqui vemos o quanto que a Sagrada Família está presente, porque aqui é um lugar de evangelização e catequese espiritual para os corações dos homens, pais e mães, porque deles geram a vida e essa vida são os filhos, e esses filhos são a graça de Deus na vida dos pais e mães. Então os pais e mães precisam ser mais zeladores pelos seus filhos. Não existiria no mundo tantas crianças e jovens abandonados se os pais fossem mais zeladores dos seus lares. Esse abandono é uma verdade sobre o quanto que as pessoas não zelam pela vida. E o homem quer sempre zelar por tudo, mas precisa, primeiramente, aprender a zelar por si mesmo e isto começa dentro das próprias casas.

É aí que precisamos do entendimento, hoje as pessoas não têm entendimento. Na verdade o homem, muitas vezes, se faz de desentendido porque não quer ter o entendimento. Não quer compreender, realmente, que precisa trilhar por este caminho, teima em permanecer no outro.

As pessoas estão caminhando de uma forma muito errada, porque não querem buscar o entendimento. Vemos que grande parte da guerra, presente no mundo, é porque as pessoas não procuram o entendimento. Primeiro é compreender a sua existência. Você não está aqui por acaso, a sua vida pertence a Deus, o seu dia, cada momento da sua vida pertence a Deus. Tudo que você tem, Deus lhe concedeu, principalmente a fé. Se não fosse pela fé nenhum de vocês estariam aqui, neste Vale, orando. E vocês, filhos, têm a graça de serem homens de fé, porque se não fossem pessoas de fé não estariam aqui. No caminho de Deus trilham os filhos de fé, caminham os homens de fé, os homens que procuram o entendimento. Se procurarmos o entendimento não vamos querer matar e nem violentar as pessoas, mas vamos querer ajudar as pessoas que são cruelmente abandonadas. Por isso, no mundo, falta o entendimento.

E este entendimento só construirá em nós a graça de Deus quando tivermos inteligência para isso. O homem simplesmente ignora. É um homem ignorante, não é inteligente, não age pela inteligência do Espírito Santo. Ele ignora esta inteligência. O Espírito Santo nos ensina termos sabedoria para sermos fortes, para termos entendimento, para sermos sábios e inteligentes. E o homem quer ser o dono de tudo, não quer ouvir o Céu, não quer viver o Evangelho, não quer parar e pensar:a minha vida pertence a Deus, o meu coração é de Deus, eu estou aqui por Deus, pode ser hoje o último dia da minha presença aqui na Terra.

Por quê não filhos? Vocês estão em um jardim e, hoje, vocês podem estar caminhando para o Reino de Deus! Só Deus conhece a hora e o momento. Mas, o homem vive ignorando a Deus.Deus, o homem deixa para o amanhã. Oração, o homem deixa para depois. A Eucaristia, o homem deixa para amanhã. Mas, o seu amanhã não lhe pertence.Então, o homem é ignorante porque não deixa a inteligência do Espírito Santo agir na sua vida, até para o transformar, porque precisa de cura interior sempre. Com tantas contaminações presentes no mundo, vocês precisam de cura interior constantemente.

É muito importante, meus filhos, - vocês que querem ser consagrados ao Espírito Santo por ser hoje o Dia de Pentecostes, - que peçam sempre ao Divino Espírito Santo, a cura interior do seu coração, porque Ele concede essa súplica a Jesus, e Jesus lhes concede essa cura. O Espírito Santo dá a fortaleza para vocês permanecerem curados, libertados. Porque não adianta você chegar perto de Deus e dizer ao Pai: “Pai, perdão!,” se o seu arrependimento não é verdadeiro. Você tem que procurar Deus consciente de que o seu arrependimento precisa ser verdadeiro, precisa ser verdadeiramente verdadeiro. Para isso a humanidade precisa respeitar mais a Deus.

Hoje, as pessoas não são tementes a Deus, não têm temor a Deus. Como que o homem pode querer tanto se não busca, realmente, o que mais precisa: temer, confiar, acreditar, se colocar completamente nas mãos de Deus? É por isso que as pessoas vivem de uma forma pagã. Elas não procuram oConselhode Deus, que é o próprio Espírito Santo a nos conduzir, a nos iluminar, a nos dar conscientização do que é bom e nos defender daquilo que é mal, daquilo que é ruim!

O homem não procura aCiência de Deus, o homem quer a ciência do mundo, dos olhos, das mãos, da grande tecnologia. Mas, esquece da grandeCiência,de todas as ciências, aCiênciade Deus a qual nos fez a obra mais linda, e nos fez por amor, expressou todo o seu amor em nós e Ele não nos fez apenas uma forma, mas uma vida. Cada um de vocês, aqui presentes, carregam nos seus corações essa vida linda que Deus lhes concedeu. E aqui meditamos sobre a descida do Divino Espírito Santo sobre nós, neste momento, porque Ele veio, nos foi conduzido pelo próprio Jesus que derramou essa presença viva de Deus para que fossemos batizados.

Que linda graça filhos!

Quando ouvimos sobre a obra da Criação Divina, meditamos que o demônio tentou levar o homem às trevas, veio a Luz de Deus e iluminou o coração do homem. O batismo é a vida plena, o homem que estava pagão recebeu a Luz de Deus, recebeu a vida verdadeira. E meditamos sobre toda riqueza do Espírito Santo de Deus e vemos que desde a caminhada dos primeiros cristãos, eles já tinham a unção do Divino Espírito Santo, essa presença viva, Deus falando aos corações dos homens de fé, tudo pelo Espírito Santo.

E quando Deus me concede a honra de receber a graça de ser a Mãe de Jesus, a Mãe de Deus, foi tudo pelo Espírito Santo de Deus: o entendimento, a aceitação, a compreensão, a entrega, o amor por Jesus. Tudo se fez pela grandiosa presença do Espírito Santo em minha alma. Por isso que eu mostro para vocês o quanto que o Espírito Santo é beleza infinita e o quanto que Ele pode fazer na vida de vocês: as mesmas maravilhas que Ele realizou em minha alma e em meu coração, que me fez a Mãe cheia de graça, a Mãe da graça.

E ao nos reunirmos aqui, para fazermos está linda festa em honra ao Espírito Santo, Domingo de Pentecostes, nós lembramos da Igreja. Quando Jesus constituiu a Igreja, a primeira luz de glorificação dela é o Espírito Santo. E Ele a entregou nas mãos dos seus servos Apóstolos, e hoje ao Papa Bento XVl, que o vemos sendo guiado pelo Espírito Santo para guiar o mundo. Tudo é pela Luz do Divino Espírito Santo. Neste momento, em que estou aqui presente de corpo e alma, Ele está aqui, Ele me conduz a vontade do Pai, a Palavra de Deus que é conduzida a vocês pela unção e grandiosidade do Espírito Santo.

Deus se faz unidade plena: Pai, Filho e Divino Espírito Santo. E nós não podemos compreender a grandeza do Pai, a grandeza do Filho e desconhecer a Luz do Divino Espírito Santo. Ele é a luz da nossa vida. Dizemos que vemos Deus pela fé. Fé e pela Luz do Divino Espírito Santo que nos move à fé. Ele é o canal vivamente de graça. Tudo que recebemos o Espírito Santo nos ilumina. É por isso que é muito bonito o homem deixar ser iluminado. As pessoas não se deixam mais serem iluminadas. Quando fala das coisas de Deus, o homem diz: “Mas onde está Deus?” Deus está em mim, em nós, em cada um de nós. E, muitas vezes, por ignorância, por falta dos dons do Divino Espírito Santo, o homem esquece de ver Deus na sua vida. É pelo Espírito Santo que compreendemos que DEUS está mais perto de vocês do que a roupa que veste o corpo de vocês, porque Ele está dentro de vocês. A beleza do Divino Espírito Santo é simplesmente grandiosa, esplêndida, maravilhosa. Hoje vemos que é um domingo muito bonito, muito especial. É um domingo de alegria, um domingo de festa cristã mas, um domingo de nos conscientizarmos sobre o quanto que precisamos do Espírito Santo. Você foi agraciado pelo batismo ainda criança e, às vezes, medita tão pouco sobre o batismo que recebeu!

Hoje é um dia para vocês renovarem a grande fidelidade aos dons do Divino Espírito Santo, porque o batismo é a descida do Espírito Santo no coração de cada um de vocês e a dar-lhes, realmente, a verdadeira vida de Deus! Porque Deus nos fez vida, vida à sua imagem e à sua semelhança! Temos esse sopro de Deus em nós!

E uma coisa muito bonita é que quando falamos do Divino Espírito Santo, sabemos que Ele é totalmente a nossa vitória. Vocês têm muita vontade de vencer as perseguições do demônio, as maldades do demônio, as armadilhas do demônio e por Ele, com Ele nós vencemos, porque aprendemos a ser servos completos de Deus, de coração e alma. Quem é um servo completo de Deus, verdadeiramente fiel a Deus, é um servo feliz! Devemos pedir ao Espírito Santo está fidelidade, que Ele nos faça, realmente, servos fiéis de Deus. Tudo que temos de mais importante na nossa caminhada é justamente a presença do Divino Espírito Santo em nós! Se Ele não agisse em nós como que iríamos corresponder ao que pede Jesus e o Pai a cada coração aqui presente?

Ele é a Luz do mundo, é a Luz de cada um de nós. E o demônio simplesmente tem pavor dessa Luz, porque ele é treva. E é essa Luz que nos faz realmente verdadeiros servos de Deus. Quando dizemos que a luz apaga as trevas, falamos da Luz do Divino Espírito Santo, e isso começa pelo seu batismo, naquele momento em que você recebeu o batismo.

É por isso que vocês perceberam e sentiram que estão fazendo uma festa linda, num momento lindo de oração, num momento lindo de evangelização. Claro que existem as dificuldades, existem os problemas, existem às vezes momentos difíceis, momentos em que precisamos, realmente, de muita força, de muita coragem para vencer as dificuldades. Mas, justamente no Domingo de Pentecostes, uma das riquezas primordiais da Igreja, do povo de Deus é que o demônio fica mais furioso, filhos! O mundo hoje medita sobre o batismo e em muitos corações que estavam apagados, começa a acender essa chama e assim uma alma inicia, verdadeiramente, a construir dentro de si a realização do plano de Deus. Por isso que o demônio hoje fica furioso.

É por isso que devemos pedir ao Divino Espírito Santo para nos dar realmente essa Fortaleza de vitória.

E precisamos buscar, também, muita Piedade, piedade para amar-mos, uns aos outros, porque no mundo está faltando esse amor piedoso. Quando Jesus esteve morto em meus braços, eu me tornei a Mãe da Piedade, piedade do mundo refletida no Coração de Maria e de Jesus. É por isso que eu nunca deixo de olhar para o meu Filho e proclamar várias vezes:“Jesus é a Luz da minha alma, é Aquele que tem compaixão e piedade de todo o mundo”.E neste dia dedicado ao Domingo de Pentecostes, eu sempre olho para o meu Filho e digo:“Jesus, meu Filho, és a Luz da minha alma, tenha piedade e compaixão do mundo!”.Porque foi pela descida do Espírito Santo em minha alma, que Jesus habitou em minha vida e habita na vida de vocês também, filhos! Devemos dizer para nós mesmos, hoje, lá bem no íntimo do nosso coração:“Nós somos mais ricos do que qualquer ouro e prata, nossa riqueza é o Divino Espírito Santo em nós”.

Com grande alegria eu vou abençoar-lhes!

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos os presentes enquanto cantam: Dai-nos a bênção...

Queridos e amados filhos!

Esta bênção foi, em especial, pedindo ao Divino Espírito Santo, pedindo ao Pai, a Jesus que concedam, nesta tarde, que o Divino Espírito Santo desça sobre cada um de nós aqui presente e seja para nós a nossa Inteligência, a nossa Fortaleza, a nossa Sabedoria, o nosso Entendimento, a nossa Piedade, o nosso Conselho, o nosso Temor a Deus, a nossa Fidelidade a Deus, e a verdadeira Ciência de Deus seja operada e realizada em nossos corações.

Nesta mensagem Jesus nos mostra como é grande a Luz do Divino Espírito Santo e mostra para vocês, que têm um grande desejo de vitória, de vencer as armadilhas do demônio, o quanto que devem confiar a Ele as suas vidas. Uma vida cheia de Luz é uma vida cheia de Luz, filhos! E onde a Luz habita as trevas se apagam. E devemos, sempre, interceder Àquele que é Deus também, Deus Espírito Santo!

E como Mãe, peço a Jesus que dê a vocês a graça de buscarem, realmente, a valorização pelo seu batismo; que vocês sejam uma Igreja verdadeiramente iluminada por Deus; que todos os corações aqui presentes possam, sempre, renovar a sua fé, sua fidelidade a Cristo, ao Evangelho, renunciar a todas as maldades e ciladas do demônio, perturbações, porque nós vemos que somos ricos demais. É isso que eu digo para vocês hoje: o povo de Deus é um povo rico e a riqueza do povo de Deus é uma riqueza espiritual, muito maior do que é material. O material não é nem um pouquinho do que é o espiritual, filhos! Por isso nos alegramos, por saber que estamos aqui em uma festa cristã, uma festividade dos corações que, verdadeiramente, sabem a importância da presença do Divino Espírito Santo em nós.

Também quero abençoar, parabenizar, a todos os filhos que hoje completam os seus anos de vida, todos aqueles que desejam imensamente receber as bênçãos do Céu em seus corações e almas. Que Deus conceda a eles toda paz, toda força, toda grandiosidade de Deus!

Hoje Jesus falou tão bonito da família, mostrando que a família precisa ser muito forte. E o que eu desejo a esses corações é essa fortaleza. São poucos os exemplos de famílias santas. Que vocês sejam um desses exemplos, unidos, perseverantes, confiantes, porque vocês também são trabalhadores da messe do Senhor. Todos aqueles que trazem almas aos lugares de evangelização são trabalhadores da messe do Senhor. Deus usa de servos para fazer peregrinações de evangelização, para levarem as pessoas a beberem o verdadeiro conteúdo da graça espiritual, a se alimentarem da Palavra de Deus. Que Deus lhes dê muita força, fidelidade, amor pela missão de vocês, pela sua família e que essa união seja sempre agraciada, iluminada e protegida pelo Pai.

Que o Pai, o Filho e o Divino Espírito Santo os abençoem, protejam e os guardem.

Agradeço também pelas homenagens que me fizeram, muito abrigada meus filhos! Está homenagem eu ofereço ao Divino Espírito Santo, porque é Ele quem fez em mim as maravilhas de Deus e é quem vai fazer na vida de vocês também as maravilhas de Deus!

No dia em que vocês viverem o Triunfo do meu Imaculado Coração vocês verão, com os seus olhos, as maravilhas de Deus. Hoje vocês já estão vendo com os olhos e com o coração, mas um dia vocês contemplaram com os olhos esta glória que é o próprio Jesus Cristo.

A quem me ofertou lindas flores, eu dou o meu Coração de Mãe.

Fiquem todos em paz!

Agora eu tenho que ir, Deus me chama e eis aqui a Serva do Senhor!”

 

 

 

 

Última modificação em Sábado, 19 Outubro 2013 10:29
Mais nesta categoria: Mensagem de 20 de Maio de 2007 »

radio

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp :
31 9 9695-4716