gototopgototop
Assine a nossa Newsletter e receba em seu email, mensagens e noticias do Vale Imaculada Conceição!

Mensagem de 31 de Outubro de 2015

Queridos Filhos!

É com grande alegria, com imenso carinho e amor que estou aqui. Fico muito feliz em poder estar aqui, hoje, presente, vivenciando este momento de tanta paz, que é a oração. Meus agradecimentos! Nesta oração, contemplando também cada mistério com louvor e com alegria. Mostra-nos que é tempo de orar e vigiar! Essa é a grande missão de todos nós, da Mãe do Céu e dos filhos de Deus!

São tempos tão confusos! O próprio homem se encontra diante de um sofrimento interior. Gostaria que vocês, aqui presentes, pais, mães, filhos – vocês que carregam essa cruz de amor à família, de resgate aos filhos que tanto amam, que tanto querem o bem e a paz –, neste momento, parassem e refletissem. Gostaria que pensassem naquela alma que mais desejam que seja curada e resgatada. E que também pensassem: Será que essa alma deseja esse resgate?! Isso porque, às vezes, Jesus nos diz: “Quando se trabalha em uma terra que não quer produzir frutos, o agricultor vai para outra terra, para aquela que deseja ser produzida”. A missão de todos nós não é trabalhar aquela terra que não quer produzir frutos! Por isso que Jesus noz diz: “Orai e vigiai!”. Temos o dever de querer fazer a nossa parte! O plano de Deus acontece nos corações daqueles que desejam! Deus não nos obriga a nada! Temos a liberdade de estar aqui em oração! Como pretendem vencer o inimigo se não oram, se não dão tempo às coisas de Deus?!

Hoje, os homens têm tão pouco tempo para Deus! Eles têm tempo para tudo, mas não têm tempo para Deus! Essa é a nossa reflexão, hoje, da mensagem.

Estamos em preparação para a grande festa em honra de todos os Santos de Deus. Eles foram criaturas que tiveram tempo para Deus. Eles tiveram tempo para orar, para fazer o bem, para fazer caridade, para silenciar.

Eu olhava para Jesus e lhe pedia o silêncio: o silêncio da mente, do coração, da alma. O grande mal que hoje está, tristemente, destruíndo a humanidade é o barulho interior. Este é o pior barulho! É o barulho que quer atingi-los: sua alma e o seu coração! É o barulho que não quer permitir que Deus esteja à frente de suas vidas. Então, sempre o demônio está ali, lançando o ciúme, as mentiras, os julgamentos, as tristezas, as lágrimas.

E este ano é o Ano da Paz! Vocês têm todo o ano para pensar: “Será que estão vivendo em paz?! Será que, até este momento, estão vivendo em paz?! O que será que estão fazendo para se livrarem desse barulho do demônio?”. Isso porque esse barulho só entra em vocês se permitirem! Mas, se fugirem desse barulho, se começarem a orar, a dobrar os joelhos, a ter uma vida de mais entrega, alcançarão a paz.

Parem por um minuto e pensem: Como está o Brasil e o mundo?! Será que o mundo está tendo justiça?! Será que o Brasil está tendo justiça?! Ou será que, hoje, o que domina é a ganância, é a cobiça, é o querer sempre estar mais alto? Para quem está alto, saibam que, na verdade, quem acha que está alto, nunca esteve tão baixo! Isso porque, lá no interior do coração, aquela alma sabe que está mal, está sofrendo, não está fazendo o bem!

Jesus, quando evangelizava, próximo a sua morte na cruz, mostrava o que é fazer o bem! Temos a noção de como são aqueles que só querem privilégios, querem só benefícios, querem só grandiosidades e a exaltação do nome. E que Jesus falava daqueles que faziam o bem! Como esses sofrem! Como choram! Como sentem os desafios, as batalhas! Como carregam uma cruz pesadíssima! Às vezes, estão fazendo o bem a vida inteira, desde o amanhecer até o anoitecer, mas estão sempre sofrendo as batalhas, as perseguições. Mas, tudo isso em suas vidas é graça e bênção de Deus!!

Assim foi nas vidas dos santos! Todo bem que faziam, Deus fazia para eles também em abundância, para que pudessem fazer mais! A grande missão dos santos não foi pensar neles, mas pensar no próximo! Quanto mais ajudavam os doentes, quanto mais ajudavam os desabrigados, mas se santificavam. E, nos tempos de hoje, também temos criaturas que estão como os santos. Vivem com o propósito de fazer o bem, mesmo que sofram com isso, que sejam criticados, perseguidos, mas sabem que estão carregando a sua cruz com tanta paciência, com tanto amor! Estão dedicando momentos de sua vida – muitas vezes, poderiam estar descansando –, estão a dialogar, a ensinar, a refletir, a mostrar o caminho de Deus! Estão a mostrar o caminho da paz, o caminho do amor, o caminho do bem! Estão a mostrar que os joelhos de cada um de nós precisam se dobrar e oram a Deus.

Então, hoje, eu convido vocês a uma vida mais serena. Quando lhes falo de Jesus na brisa mansa, é porque Cristo quer ser a “Brisa Mansa” em nós! Cristo quer livrá-los do barulho perseguidor, que são as tentações e ciladas do demônio.

O que quero para a vida de vocês é paz! Quero que estejam em estado de graça! Mas saibam que cada um será cobrado. E aqueles que não quiserem produzir, não pensem que Jesus ficará o tempo todo tentando plantar em suas vidas! Não! Chegará o momento em que Jesus irá para outra “terra”! Isso porque existem muitas terras que querem ser produzidas! Depende do seu amor e do seu “sim”! Jesus não ficará o tempo todo sendo a Misericórdia Infinita, plantando numa terra que, mesmo Ele fazendo tudo por ela, não quer dar frutos.

Façam, hoje, essa reflexão: Cada um colhe o que planta! E “a terra” que não quiser plantar o bem, não quiser plantar a paz, vai colher muitos sofrimentos. Vocês estão aí perto de tão grandes acontecimentos vindos do Céu para a Terra – para o mundo! Estamos cansados de ver tantos sofrimentos, tantas violências, tanto ego, tantas maldades que estão acontecendo. Maldades que estão sendo produzidas pelas próprias mãos dos homens! Quem está matando, quem está ferindo, quem está tirando a vida dos inocentes? Então, é sempre bom fazermos uma reflexão sobre isso!

Deus quer cuidar de vocês. Cuidar para que vocês sejam cheios de paz!

Nos finais de tempos, o principal sofrimento é o espiritual! Talvez, a humanidade não esteja percebendo, mas o sofrimento está sendo pior! Mente barulhenta! Coração atribulado! Só se conseguem pensar em coisas negativas, coisas más. Comecem a pensar coisas boas! Comecem a ver que, acima de tudo isso, tem um Deus que cuida de vocês, que é Pai, que é Filho, que é Espírito Santo! Comecem a perceber isso! Não é o mundo que vocês têm que agradar, é Deus, que lhes ama! No mundo, devem fazer o bem, porque o Pai que os ama, o Filho que os ama, o Espírito Santo os ama, ensina-lhes isto: Fazer o bem sem olhar a quem!

De repente, você pergunta: “Fazer o bem a quem não me quer bem?!”

Mas, Jesus nos diz: “Faça o bem. Não olhe a quem!”. Não olhem que aquela alma que vocês estão fazendo o bem a ela é a alma que mais os persegue, é a alma que mais o humilha, é alma que mais tenta prejudicá-lo, mas faça-lhe o bem! O bem que fizer é o bem que receberá!

Deus está aqui, olhando para todos nós. Ele é a medida certa do bem que precisam receber desde que estejam dando! Quando uma alma recebe o dom da graça plena – que coisa bonita, estão refletindo sobre a vida dos santos! Cada um tem um santo de sua devoção. As almas santas – quantas pessoas estão em estado, completamente, de santidade no Céu! São as santas almas!  São as santas almas! Essas santas almas foram instrumentos de santidade na Terra! Elas foram santificadas porque cumpriram a missão de amar. O amor é o que mais nos santifica! Uma mãe é santa porque ama. Quando se ama de verdade, torna-se santa. A mãe dá a vida pelo seu filho, chora pelo filho! Quantas mães estão aqui, hoje, e as vejo frágeis, porque estão chorando lágrimas de dor pelos seus filhos! Filhos que estão sendo vítimas das ciladas, das maldades e dos enganos do maligno – do mal! E essas mães choram! Essas mães se santificam diante das lágrimas! E é por amor! Elas dão a vida por aqueles que amam. Então, se o mundo amasse, o mundo seria feliz!

Você, pai; você, mãe, saiba o quanto amor que precisa ter! O grande veneno que o mal está tentando lançar sobre o mundo, nestes finais de tempos, é justamente o desamor. Ele quer fazer vocês perderem a confiança em todos e desacreditarem de todos! Mas, de repente, vem Deus que abre o Céu e envia Maria Santíssima de corpo e alma, mesmo com tantos duvidando e lançando pedras. Quanto mais os filhos lançam para mim as pedras, mais eu lanço para os filhos o amor. Por isso, vejo que o Céu os ama, que o Céu zela por vocês, o Céu cuida de vocês! Cuida das nossas crianças!

Quantas almas essas crianças estão salvando com este pequeno rosário em suas mãos, rezando, dedicadas?! As crianças estão tendo tempo para brincar, mas também estão tendo tempo para orar. Quantas graças essas crianças estão recebendo! Assim também a comunidade, os romeiros! Quantas graças! Será que já pararam para pensar? Quando essas crianças oram aqui, os anjos se manifestam aqui. O poder de Deus, a misericórdia, esse Deus misericordioso vem até nós, mostrando-nos que temos uma esperança. E esta esperança é Deus! Então, não vamos desacreditar no amor. Vale mais amar do que perseguir!

Por isso, acreditem no amor! Comecem a amar as pessoas! Comecem a fazer como Jesus fez! Quando Ele olhou a cruz, Ele não pensou nos pecados da humanidade, Ele pensou nas almas da humanidade! E Ele quis essas almas santas, essas almas felizes, essas almas alegres e em paz. Então, Ele amou a cruz! Ele abraçou cada batalha daquela caminhada, daquele calvário, por amor a vocês. Por amor a cada um de nós! Muitas vezes, vocês dizem assim: “Maria é a Mãe sem pecado original!”. Mas, Jesus amou aquela cruz pensando na Mãe, pensando em mim também, pensando em São José, pensando no Céu! É tão bonito ter um coração cheio de amor! É tão bonito amar! É tão bonito refletir sobre qual grande é o poder de Deus! É muito maior do que essa pequenez que o demônio quer lançar sobre o mundo: divisões.

Eu quero ver, não só essa comunidade, mas o mundo todo diante do amor, e vencendo esse desamor das perseguições. Eu quero vê-los, em vez de falarem em perseguir, falarem em amar! Eu quero ver filhos que, em vez de pensarem em julgar, abraçarem-se!

Quem não tem pecado?

Todos vocês são pecadores. Mas, têm uma missão de lutar pelo Triunfo do meu Imaculado Coração! Como querem que Jesus volte à Terra se os homens, que deveriam receber Jesus, não o recebem, nem mesmo na presença do próximo, respeitando, amando, dando as mãos.

O que Jesus disse: “Um bom exército não é aquele que deixa o demônio zombar, é aquele que dá as mãos e ora”. Esse é o bom exército porque não deixa o demônio dominar, é mais forte, é mais corajoso. Jesus ensinou a vocês aqui a darem as mãos. Ele disse: “Nas batalhas, não questionem, deem as mãos, façam uma linda corrente de oração e orem. Naqueles momentos, irão derrubar o demônio que quer derrubar vocês!” E, às vezes, acham tão difícil fazer isso! Vocês acham mais fácil deixar o ego dominar, o orgulho dominar, deixar vir aquela ira do demônio, a qual Jesus disse: “Cuidado, quando permitam que o mal domine vocês, tornam-se muito piores que as feras selvagens da natureza!” Então, Deus está dando para nós essa graça! Essa graça de respirar o Espírito Santo de Deus, que está aqui no meio de nós.

Muitos aqui estão com um propósito, tão lindo, de fazerem uma consagração verdadeiríssima de entrega total a Mãe de Deus e a Jesus, que é a fonte de Misericórdia. Como acham que estão preparados se não sabem olhar para o seu irmão e amá-lo. Preferem julgá-lo, criticá-lo e persegui-lo. E, claro que sabem, hoje, que os homens que não produzem os frutos, o próprio Deus já disse: “Eu podarei as árvores que estão sobre o meu jardim e só ficarei com aquelas que darão frutos!”.

Às vezes, vocês se esquecem, filhos, daquilo que mais eu lhes lembro de que muitas almas se condenam e estão no inferno! É bom se lembrarem disso! Isso porque, às vezes, focam-se na misericórdia e se esquecem da justiça de Deus! Mas temos que pensar na justiça de Deus!

Deus detesta o pecado, ama o pecador! Mas, guarde isto: Ele detesta o pecado, porque é o pecado que leva muitas almas a se perderem. Então, tenham sabedoria. Deus é o perdão, não importa o tamanho do seu pecado, porque o perdão é maior, mas o perdão somente é possível se se arrependerem. Àquela terra que não produz nada, daqui para frente, comece a produzir! Como Jesus nos disse: “Não pecais mais! Evitais o pecado!”.

Já pensaram se olhassem para a misericórdia e pensassem: “Deus vai ter sempre misericórdia de mim”. E conscientes de que estão pecando, continuam pecando, pecando, pecando, e, aí, de repente, quando chega a hora de serem colhidos, não veem o céu, nem veem o purgatório, aí vão se lembrar dessa Mãe de Piedade que lhes disse: “Deus é justiça!”. Isso porque sabiam que estavam em pecado grave, mas preferiram continuar.

Então, façam essa reflexão, porque estão perto de um dia muito especial, dia de todos os Santos e de todas as almas Santas! E é necessário que abram o seu coração e comecem a pensar sobre a sua alma. Como que ela está? Se, hoje, Jesus viesse, estaria pronto para enxergá-Lo!? Ele pode vir de várias maneiras, de várias formas, mas somente aqueles de coração puro o enxergarão.

Por isso, com grande alegria e com grande amor, quero abençoar todos vocês!

Neste momento, Nossa Senhora nos abençoa e cantamos: “Dai-nos a benção Mãe de bondade, Mãe de Piedade...”

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente todos os filhos!

Fiquei muito feliz.

 Abençoei, carinhosamente, todos os corações que eu desejo que sejam santos.

Hoje, o Céu nos falou do quanto precisam ser santos, evitando o pecado, produzindo bons frutos, sendo pessoas verdadeiras. E também protegendo este Vale, que é consagrado a Jesus Misericordioso! Ele que tudo vê, que tudo sabe, que a todos conhece! Então, sejam mais verdadeiros. Vocês precisam renovar o seu “sim” de vida em comunidade, como criaturas que vieram para servir, para se tornarem servos do Senhor e para fazer a vontade de Deus. Tenham uma vida de entrega e de desapego. Não se apeguem às migalhas e não façam guerras por causas das coisas materiais. Jesus Misericordioso consagrou este Vale para ser fonte de cura de todas as migalhas que, tristemente, infelizmente, vocês, filhos, muitas vezes, sem sabedoria, sem preparação, deixam-se se seduzir por elas.

Deus basta! Guardem estas palavras nos seus corações: Deus basta! Vivam estas palavras em suas almas, assim, verão o Triunfo da paz.

Todos permaneçam sobre a bênção do Pai, do Filho e do Espírito Santo!

As flores já foram abençoadas para libertar, curar e restaurar vocês, não somente a dor física, do corpo, mas também a da alma.

Parabenizo, hoje, os aniversariantes, que são muitos. Você, filho, você, filha, que, hoje, está aqui, completando os seus anos de vida, peça a Deus uma graça! Peça a Deus a cura! Peça a Deus a libertação. Peça a Deus a serenidade para carregar a sua cruz sem murmúrios, apenas dizendo: “Obrigado Senhor!”. Deus confia as grandes batalhas aos seus melhores soldados. Por isso, parabéns!

A quem me ofertou as flores mais belas e lindas, quero ofertá-las a Santíssima Trindade: ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, que nos abençoa, protege-nos e nos ilumina para sempre.

O Senhor me chama, eis aqui a Mãe de Deus! 

Mais nesta categoria: « Mensagem de 18 de Outubro de 2015

radio

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração Inscrever-se no Apostolado

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp : 31 9 8305-0376