gototopgototop

Mensagem de 20 de Novembro de 2016

 

Queridos filhos!

Desejo-lhes a paz neste lindo domingo em que o Brasil vivencia o momento de agradecimento a Jesus Misericordioso pela linda graça de viver nas entranhas de seu Coração.

Este tem sido um ano de paz e também de lutas e batalhas. Mas foi um ano em que o Brasil e o mundo tiveram a felicidade de estar na presença de Jesus e contemplar a sua linda Misericórdia. Este é um grande domingo para os filhos devotos da Divina Misericórdia.

Se o seu coração viveu a experiência deste ano dedicado à Misericórdia, a mais linda riqueza que seu coração tem hoje é o agradecimento a Deus, agradecimento sincero e profundo. É um agradecimento em que você olha ao seu redor, depois fecha seus olhos e vê Jesus Misericordioso no coração de sua família, da Igreja, do povo de Deus, da humanidade.

A Misericórdia é a fonte inesgotável do amor que Jesus tem por cada um de nós. Ele revelou esse amor desde o momento da anunciação do anjo ao meu coração. O meu seio, a minha alma, glorificou imensamente a presença do Espírito Santo, pela graça de receber em meu ventre, em meu seio maternal, a doçura de Jesus Cristo. 

Naquele momento o mundo começou a ter belas experiências da Misericórdia de Deus, do amor de Deus. A humanidade estava perdida no meio das trevas, mas que, de repente, recebeu o anúncio da graça de receber o Salvador. Essa Misericórdia se estendeu, principalmente quando Jesus disse: “Pai, seja feita a sua vontade!”. Foi chegado o momento em que aquele que nasceu naquela simples manjedoura ia dar a vida por cada um de vocês. Ele morreu por vocês. Ele se tornou o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Jesus sabia que o mundo precisaria dEle, por isso, antes de carregar a cruz, tomou o pão, tomou o vinho, e nos deu a graça da Santa Eucaristia, de estarmos em comunhão com Ele. Ele ressuscitou e pediu ao homem que trilhasse o caminho que seus pés precisavam percorrer para chegar à Casa de Deus, ao Céu, à Vida Eterna. O próprio Jesus se tornou esse caminho e nos deu graça da presença do Espírito Santo pelo batismo; nos deu a graça de ser Igreja, de ser cristão, de anunciar a Boa Nova, de evangelizar almas e coração. Ele nos deu a graça de ter famílias santas como a Sagrada Família.

Mas o mundo foi crescendo e as pessoas foram esquecendo de seguir essas pegadas de Jesus Cristo. Cresceu a vaidade, o orgulho, a soberba e a dor causada pelo pecado, principalmente, pelos pecados capitais. Houve desobediência do ser humano a Deus.

Jesus viu o mundo nas trevas, as famílias em plena escuridão, as crianças sem a sabedoria de uma infância feliz, os jovens sem o alicerce de uma vida santa. Ele, então, trouxe para o mundo e manifestou a fonte da salvação: Ele próprio como o Nosso Salvador! Pediu ao homem que se apegasse a essa fonte, pois ela é a última tábua de salvação.

Vocês permitiram que o inimigo zombasse de vocês e tirasse de vocês o brilho da fé, da esperança e da caridade. O homem deixou de ver a presença do Espírito Santo em sua vida. Deixou de contemplar os mistérios do Santo Rosário. Deixou de amar e de abraçar a Jesus Eucarístico de todo coração e alma. Foi quando Jesus se manifestou com seus Raios de Luz e disse: “Eu sou a Misericórdia!”. 

O Ano da Misericórdia foi o ano da meditação, da reflexão, foi o ano em que cada um pode parar e refletir: “Será que eu estou vivenciando a graça de me preparar? Porque Jesus é tudo para mim. Jesus é o meu tesouro. Jesus é a minha força. Jesus é a minha salvação. Preciso olhar para Ele como Ele olhou para mim, com os olhos do amor, com os olhos do amor!”. 

Jesus nos deu o maior tesouro para estes finais de tempos, para o nosso tempo, para a nossa hora, para o nosso momento. Para este momento de dor, para este tempo de dor, Jesus dá ao mundo a Misericórdia.

Hoje é um domingo diferente porque é um domingo de reflexão maior. É um domingo no qual cada um deve fechar os olhos e refletir sobre esse tempo da Misericórdia, sobre a manifestação de Jesus a Santa Faustina, sobre a linda missão do Santo Padre, o Papa João Paulo II. Ele foi revelado por Jesus como o grande instrumento para que o mundo conhecesse o tempo da Misericórdia.

Os anos estão passando, o tempo está passando também, e a humanidade não pode deixar passar essa graça. O homem tem que olhar para dentro de seu coração e fazer reflexões na presença de Jesus. Todos devem, de fato, buscar uma vida de conversão. Porque a Misericórdia não faltará àqueles que estão buscando essa Misericórdia.

Hoje é um momento de alegria, e também de dor: de alegria para os que buscaram estar preparados e de dor para os que durante este ano nem sequer souberam reconhecer a Misericórdia de Deus. Muitos nem conhecem a Misericórdia. Muitos não conhecem nem a Eucaristia que é a Misericórdia. A fonte é a Eucaristia, é o próprio Cristo, é o Santo Evangelho, é a Palavra de Deus. Muitos hoje não estão saboreando a felicidade de saber que o tempo da Misericórdia é para os filhos de Deus que vivem esta atualidade na qual o mundo precisa de uma grande e forte transformação.

Quem se preparou vive hoje um momento de festa. Porque nos foram proporcionadas coisas lindas neste ano da Misericórdia. Houve uma evangelização que nos chamou a ser misericordiosos como o Pai do Céu é misericordioso.  Houve uma preparação que nos fez compreender porque o Brasil – através da oração do povo brasileiro – recebeu de Jesus a honra e a glória da nação brasileira ser consagrada à Misericórdia Divina. E, como Deus é fonte de Misericórdia, estendeu essa consagração ao mundo. A Misericórdia foi estendida a este Vale no qual Jesus nos pede a fraternidade, que é um dos maiores tesouros da Misericórdia de Deus anunciada no coração e na vida daquela que foi a serva do Senhor.

O mundo precisa dessa fraternidade, dessa doação. É preciso fazer na vida tudo por amor. Porque a santidade é para aqueles que todos os dias buscam subir um degrau na construção da vontade Deus, fazendo o bem, amando as pessoas, respeitando o seu próximo, não se limitando às migalhas oferecidas pelo inimigo. As migalhas são muitas, por isso é preciso estar vigilante, orante e atento.

Foram tantas as coisas lindas que vocês tiveram a felicidade de receber. Essas graças foram recebidas através da evangelização dAquele que nos evangeliza que é o próprio Senhor, a Luz da Vida, o Sol da Justiça, a Verdade. Essa Verdade o mundo precisa aceitar e abraçar. Essa Verdade se manifesta quando Jesus entra em seu coração que precisa de cura e de libertação. Muitas vezes, você tem resistência à entrada de Jesus em seu coração porque o inimigo quer que você tenha resistência. O inimigo não quer que você se salve, que você seja feliz.

A maior felicidade do ser humano é ter fé! Quanto mais vive a fé, mais ele se aproxima de Deus. Quanto mais perto ele chega de Deus, mais é feliz, e se afasta daquilo que lhe traz infelicidade.

A Misericórdia nos levou à fonte de felicidade. Mas, também nos fez refletir sobre o que o mundo e o Brasil estão passando. São momentos em que a humanidade está se esquecendo das coisas do Pai. As pessoas cuidam do trabalho. Pedem o trabalho, mas não cuidam daquilo que é mais importante para Deus e para si mesmo: o seu coração, a sua alma e a sua família.

É tão bonito quando você cuida da sua família, quando cuida da sua casa, quando abraça os seus filhos. Os filhos estão gritando pela atenção dos pais, desde criança. Às vezes, as pessoas têm tempo para tudo, menos para aquilo que é sagrado, para aquilo que é sagrado para todos. A bênção de Deus em sua vida é a família. 

O que Deus tem como maior bênção no mundo são seus filhos. A família que Deus tem é cada um de nós. Ele é Pai!

É necessário que abram seus corações, vocês estavam aqui se preparando para um domingo especial, um domingo contemplativo, um domingo de adoração a Jesus e de agradecimento à Misericórdia de Jesus por nós.

Comecem, também, a se preparar. Daqui para frente vocês não deixarão de ver a Misericórdia, mas é preciso que tenham uma vida de misericórdia, uma vida com Jesus, uma vida em união com Ele, vivendo aquilo que Ele pede. 

O tempo da justiça vai chegar. Nesse tempo da justiça veremos o quanto foi bonito ter plantado para colher. A pessoa, quando começa a plantar se desanima, é difícil organizar a plantação: cultivar a terra, fazer da terra uma terra produtiva. Mas quando colhe, sente a maior felicidade. Essa justiça é a colheita que será colhida por Jesus em cada coração. É uma colheita diferente daquela dos frutos da terra. Os frutos da terra são colhidos para o seu sustento. E os frutos da Misericórdia serão trazidos por Cristo para a sua vida. São a verdadeira redenção e compaixão de Nosso Senhor por nós.

Por isso, o tempo da justiça será lindo. Mergulharemos profundamente nas entranhas do Coração de Jesus. Mergulharemos cada vez mais, porque o sofrimento será tão intenso que você desejará estar de coração e alma nas entranhas do Coração de Jesus. Você sentirá, tocará e viverá essa graça. Você vai viver essa graça! Você vai sentir o perfume dessa graça. O poder de Deus tocará todo o seu ser. Será Jesus tocando em você.

Eu me senti maravilhada quando vi a obra de Deus se fazendo plena em mim. Vocês ainda vão sentir essa maravilha, porque a misericórdia de Jesus é a presença de Jesus em nós. É quando permitimos que Jesus esteja em nós. Que as boas obras, as boas ações, os atos da felicidade plena – que só encontramos em Deus – possam se realizar em nós. 

Este domingo de hoje é especial para todos, para o Brasil e para o mundo, que se colocaram e vão continuar se colocando na presença desse Coração Magnífico, Grandiosíssimo, que é o Coração de Jesus.

Eu, Maria, me sinto neste momento imensamente maravilhada porque vejo que eu estou com Cristo e que Cristo está comigo. Vocês também devem se maravilhar de saber que estão com Jesus e que Jesus está com vocês. A Misericórdia é Jesus estar verdadeiramente em nós. Ele deseja isso. Ele quer viver em nós.

Essa experiência é algo que foi anunciado por muitos santos quando se encharcavam completamente pelo amor de Jesus. Eles diziam, com alegria: “Cristo vive em mim!”. A mesma alegria que os santos tiveram, imensamente abençoados, o mundo também terá no momento certo e na hora certa.

Vocês que vivem essa Misericórdia já estão tendo essa experiência lindíssima da presença de Cristo na vida de vocês. Sentimos aqui a brisa mansa nos mostra que Jesus quer estar em nós. A Misericórdia é isto, a vontade de Jesus de estar em nós.

O mundo se distanciou dEle por ignorância, por cegueira espiritual, e Ele, então, nos ofereceu o tempo da Misericórdia, que é um tempo no qual Ele está muito presente sobre o mundo.

Talvez vocês se perguntem: “Por que Maria vem ao mundo?”. Porque Jesus quer que a Misericórdia seja anunciada ao mundo. Ele me deu a missão de anunciar a Misericórdia e de dizer para vocês: “Olha, Jesus, quer viver perto de cada um. Ele quer viver conosco. Ele quer reinar em nós!”.

Essa é a nossa grande luta! Por isso, o demônio fica furioso quando o Céu toca a Terra. A minha presença na Terra é para lhes ensinar que o Cristo quer que cada um de vocês sejam salvos. Ele vem até você para lhe salvar. 

Jesus me conduz como a Mãe que anuncia para o mundo o que o mundo precisa para ser salvo: oração do Santo Rosário, Eucaristia, jejum, vigília e ter uma vida de fé; sem exageros. A fé não é uma doença. A fé é uma essência. O desequilíbrio é o contrário de um coração que tem fé. Um coração que tem fé não se desequilibra porque tem o ponto fundamental do equilíbrio que é Jesus. 

A fé de vocês deve ser uma fé linda. Estejam cientes que estamos a caminho de um grande acontecimento sobre o mundo. Peço que ninguém entre em desespero quando olhar para este mundo e ver os sofrimentos como os que acontecem hoje espiritualmente, materialmente e temporalmente.

A Misericórdia tem nos sustentado completamente com o amor de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Espírito Santo por cada um de nós. Na pessoa de Jesus a Misericórdia nos foi dada. Isso é algo muito lindo! O Pai e o Espírito Santo nos deram de presente Jesus Cristo que é a fonte inesgotável do amor da Santíssima Trindade. Ele veio e deu a vida por cada um de nós.

O conhecimento da Misericórdia é muito lindo. O mundo precisa conhecer mais o que é a Misericórdia, para poder estar cada vez mais nas entranhas do Coração Misericordiosíssimo de Jesus.

Uma bela promessa de Jesus Misericordioso é a de que todas as almas que recorressem a Ele seriam salvas. Quem recorre a essa Misericórdia e diz: “Jesus, tenha Misericórdia de nós e do mundo inteiro!”, está buscando, de fato, a salvação de sua alma.

Não é impossível converter-se! Às vezes, as pessoas dizem ser impossível se converter neste mundo tão cheio de maldades e prazeres. Mas, quem conhece a Misericórdia de Jesus, vê o amor de Jesus nos sendo dado –não revelado. Esse amor foi dado para nós. A partir do momento em que Ele se manifesta como Jesus Misericordioso, Ele nos dá esse amor.

O mundo inteiro, tanto os jovens como as crianças, a Igreja, podem transformar tudo pela entrega total a Jesus Misericordioso. Isso é uma promessa que Ele nos faz. Precisamos muito recorrer a Jesus. O homem precisa saborear muito o Coração Misericordioso de Jesus para ter aquele amor verdadeiramente santo por Ele e salvar almas. O que mais vemos no mundo é o sofrimento das almas.

Jesus nos deu esse presente. No momento em que viu que o demônio estava zombando das almas e as levando à condenação, Ele veio e nos disse: “Eu sou a Misericórdia!”. A Misericórdia é lindíssima! Eu estou falando para vocês um pouquinho daquilo que é muito maior.

Neste momento, eu quero abençoar a todos os filhos e as filhas de Deus neste domingo da Misericórdia, em que a Igreja está agradecida a Deus por este ano belíssimo. A Misericórdia não nos faltará. Teremos pela frente uma caminhada de maior amor a Jesus Misericordioso. Essa é a nossa missão de servos e servas do Senhor.

Com alegria, eu quero lhes abençoar. 

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente a todos os filhos, a todos os corações aqui presentes, a esta linda fraternidade.

Hoje é um domingo em honra a Jesus Misericordioso. Trago em minha mão uma rosa vermelha que simboliza o Sangue de Jesus. No aniversário da minha presença de corpo e alma, eu trouxe uma rosa branca que também simboliza a Misericórdia de Jesus sobre o mundo. Com esta linda rosa em minha mão, eu quero pedir a Jesus que tenha compaixão principalmente das almas que não conhecem a sua Misericórdia, que não têm a graça de vivenciar uma festa de agradecimento pela sua infinita Misericórdia sobre o mundo. Que esta rosa que simboliza o Sangue de Cristo possa atrair até Jesus as rosas que precisam conter o perfume da presença de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Espírito Santo em suas vidas.

Parabenizo aos aniversariantes. Obrigada pelo carinho de vocês à Misericórdia. Vamos continuar firmes nesta linda missão com Jesus a nossa frente, nos conduzindo com seus raios da Misericórdia através da purificação e da libertação.

O Sangue de Cristo tem poder! A água que jorra do Coração de Cristo tem poder! Através dessa Misericórdia o mundo será salvo.

É preciso crer, filhos! Quem acredita, alcança, pela fé, tudo o que deseja.

Trago hoje, em meu Coração, a fonte inesgotável de amor ao meu Filho Jesus, ao Pai e ao Espírito Santo e a cada um de vocês.

As flores foram abençoadas por Jesus para a cura e a libertação de todos os doentes de corpo e de alma.

Parabenizo a todos os aniversariantes. Parabéns a todos os devotos, missionários, evangelizadores da Divina Misericórdia no Brasil e no mundo. Eu, Maria, quero lhes dizer: “Obrigada!”. Sempre olhem para Jesus e digam de todo o coração e de toda a alma, digam sempre com todo o fervor: “Jesus, eu confio em Vós!”, “Jesus, eu confio em Vós!”, “Jesus, eu confio em Vós!”.

O Senhor me chama. Eis aqui a Serva do Senhor!

Última modificação em Quarta, 23 Novembro 2016 15:00

radio

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp :
31 9 9695-4716