gototopgototop
Assine a nossa Newsletter e receba em seu email, mensagens e noticias do Vale Imaculada Conceição!

Mensagem de 30 de Julho de 2017

 

 

Queridos filhos!

Este é o momento de pedirmos – unidos à Santíssima Trindade – a luz maior do Divino Espírito Santo e suplicarmos mais luz para o mundo.

É triste para a Mãe e para vocês, filhos de oração, olhar para o mundo e sentir claramente o sofrimento no olhar das pessoas, no agir das pessoas. É triste ver o quanto a humanidade está permitindo  que a dor – causada pelo pecado – esteja presente em suas vidas.

Neste momento vamos pedir pela humanidade. Estamos vivendo um momento de oração. Temos de estar com o nosso coração em paz para viver este momento de oração. Não podemos perder a graça de ouvir o Céu com amor. Quantas vezes, você vem para ouvir o Céu, com o seu coração cercado de sofrimentos. É claro que o sofrimento está presente, seja material, espiritual ou temporal. Mas, a esperança é o Nosso Senhor: Jesus! Quando esperamos nAquele que é a nossa esperança, não podemos vir pesados. Temos de vir leves! Temos de vir suaves!

O homem só terá sobre a Terra, uma nova Terra, quando buscar construir dentro de si a felicidade de uma pessoa nova. Enquanto continuar com o peso da ignorância, da blasfêmia, da crítica, da perseguição, não terá em seu coração essa graça da liberdade, da libertação. Vai se manter prisioneiro da amargura, do sofrimento.

Ao olhar hoje para o mundo, vejo um mundo em sofrimento. Jovens, crianças e famílias em sofrimento.

Este é o dia do Senhor! Dia de oração! Dia de domingo para o cristão é dia verdadeiramente especial, no qual ele precisaria se voltar para Deus – principalmente neste último alerta do Céu para o mundo – o homem deveria se voltar para Deus.

Mas, Deus não quer seus filhos por obrigação. Ele quer que seus filhos se entreguem por vontade e por amor. Você tem de ter vontade, tem de amar. Ao ouvir uma mensagem, você tem de estar disposto a amar aquilo que Deus está pedindo para você.

O que Deus nos pede hoje é vida nova, é conversão. Ele nos pede uma mudança. Essa mudança tem de partir de cada filho, de cada coração. Quem precisa mudar é você. Quem deve mudar é você. Ninguém vai lhe mudar. É você quem tem de buscar essa mudança, querer essa mudança. Você deve se colocar de prontidão como servo de Deus, como operário de Jesus, para que o plano de Deus aconteça em sua vida.

O que Jesus nos pede hoje é o último apelo do Céu no mundo. Isso é claríssimo! Fortíssimo!

O homem está tendo a graça de ouvir e viver esta fonte inesgotável de misericórdia. O mundo está perdendo o brilho. O mundo está perdendo a felicidade. Porque as pessoas estão fugindo da graça de Deus, não estão se encontrando com essa graça.  É preciso que o homem se encontre com a graça, que faça um exame de consciência, um ato de reparação. Pergunte-se: “Será por que estou sofrendo?”. “O que está acontecendo hoje com o mundo?”.

É preciso começar a entender a Palavra de Deus, quando Jesus nos fala da desobediência, do desrespeito, da falta de oração.

Hoje é domingo! Será que o mundo está orando?

Será que as pessoas estão se lembrando de que hoje é dia de oração? 

Oração significa ação de Deus em nós. É ação do Espírito Santo em nós. A oração tem um poder transformador. É fácil pegar o Santo Terço, o difícil é viver esse Santo Terço. É anunciar a Palavra de Deus. É ser um instrumento da Boa Nova. É ter a coragem para mudar: “Eu quero ser melhor!”. “Eu quero ser do Espírito Santo!”. “Eu quero ser de Jesus!”. “Eu quero ser do Pai!”. Para que eu seja do Pai, do Espírito Santo e de Jesus, minha atitude humana tem de ser diferente, minha vida tem de ser diferente. “Será que eu estou, de fato, querendo ser aquilo que Deus quer de mim?”. Humildade, simplicidade, acolhida ao Céu – acolher o Céu – se abrir para o Céu.

O mundo tende a passar por tormentos e tormentos daqui pra frente, principalmente espirituais, filhos! Vai ser muita tristeza sobre a face da Terra, por desobediência àquilo que Jesus está pedindo.  Ele está pedindo pra nós: o Santo Evangelho, a Palavra de Deus.

Quando você recebe a Santa Comunhão é Jesus lhe pedindo um ato de amor, um ato de mudança, vida nova.

Para onde irá o mundo, se a humanidade não se voltar para a Casa de Deus? Para onde irá o mundo? Onde irão parar nossas famílias, nossas crianças, nossos jovens?

Tenho suplicado a Jesus pelos jovens. Para onde estão indo esses jovens?

O jovem precisa se fortalecer pela oração. Há muitos jovens que estão felizes, porque estão em oração. Eles estão orando. Esses jovens que estão orando estão felizes, porque estão tendo condições de vencer as fragilidades do mundo de hoje, de vencer as fraquezas e as armadilhas do demônio. Estão passando por provas, sim, mas estão sendo sustentados pela oração.

E os jovens que não estão orando? Onde é que eles estão? No sofrimento. A oração é a nossa fonte de força nos dias de hoje. Força para os jovens, para as crianças, para a Igreja. O homem precisa orar mais. Orar, ter tempo para Deus! As pessoas não têm tempo para Deus. Começam a pensar em Deus, e caem nas tribulações dos maus pensamento, julgando os outros.

Sim, podemos transformar o mundo, com o poder da oração. Cada um deve ser responsável e querer um mundo melhor. Diga: “Eu quero um mundo melhor!”, “Eu quero fazer diferente!”, “Eu quero ter sabedoria para fazer como Deus quer que eu faça, para que o Espírito Santo se mova em mim!”, “Eu preciso que o Espírito Santo me mova!”.

Se a humanidade não se deixar mover por essa Força Santa, não sairá desse sofrimento. Não vencerá esse sofrimento. Esse sofrimento é como uma contaminação. Pense em uma peste que se espalha com rapidez, como uma contaminação. É um sofrimento espiritual diante do qual todos se encontram: olhos maldosos, língua cheia de maldade, ouvidos cheios de maldade, atos maliciosos. Há muita malícia.

O homem não está conseguindo refletir: “Eu preciso ter humildade!”, “Eu preciso reconhecer que, sem humildade, não vencerei a fraqueza!”.

Qual é a fraqueza? O pecado. “Com humildade me aproximarei de uma vida de santidade. Vou querer uma vida de santidade”.

Jesus nos diz algo lindo: “Feliz da alma humilde e triste da pessoa que vive sob a soberba e o orgulho!”. Feliz da alma humilde, daquela que se apresenta diante do Pai! Daquela alma que reconhece as suas limitações, as suas fraquezas, que sabe e sente que todo o poder vindo do alto é um poder que transforma.

Este ano mariano, filhos, é um ano para refletir sobre isto: sobre a missão da Mãe de Deus. A missão que o Céu nos concede nestes tempos fatais, nestes tempos de luta. Talvez o homem esteja esperando por um sofrimento enorme na natureza, por um grande sofrimento na matéria, mas o sofrimento maior é o da alma. É também o pior, pois vem como se não existisse. Pessoas que dizem que está tudo ótimo, estão  por dentro, sofridos, sofridos, sofridos. Mas não conseguem ter a humildade de reconhecer que precisam voltar para a Casa de Deus, para a Casa do Pai.

A humildade nos faz retornar à fonte maior que é o Pai. O Pai é amor! Mas o mundo hoje não ama: mata, é violento, é cruel.  Se o homem não tiver coração irá se envenenar cada vez mais pela maldade.

Vocês estão diante de um país em que não se vê mais justiça. Vê-se cada vez mais ganância. O Brasil tende a passar por uma miséria muito grande. A ganância leva à miséria. Deus está oferecendo para nós tudo, mas a criatura quer o sofrimento. Deus está dando para o homem o Céu, mas as pessoas estão dizendo “não” para esse Céu. Deus lhe pede hoje: "Seja humilde. Volte para a Casa do Pai. Apresente-se diante do Pai.". Isso é para a comunidade, para os peregrinos e romeiros, para o Brasil e para o mundo. É para cada filho de Deus.

Você precisa examinar a sua consciência e voltar para a Casa do Pai. Então, esta mensagem de hoje é o chamado que eu faço para vocês. Não percam mais tempo. Muitos já estão chorando por não terem valorizado o tempo que tiveram. O tempo que tiveram para não fazer o que era contrário ao que Deus queria. Feliz da pessoa que sofre por causa do Céu, que ama Jesus e sofre, por causa de Jesus. Triste da pessoa que pisa no Sagrado, no Sagrado que é Jesus. Muitas pessoas estão chorando por terem pisado no Sagrado.

Os jovens precisam orar mais. Estão vendo a batalha. O que vence a batalha é a oração. A oração é a mudança. Não é só pegar o Santo Terço e orar, é mudar. É querer mudar. Diga para você mesmo: “Eu quero mudar!”. Você precisa ter essa coragem, essa coragem de transformar a sua vida.

Meus filhos! Neste ano Jesus me entregou o mundo e eu estou entregando o mundo a Jesus. Eu sei que a batalha que irão passar no decorrer dos anos daqui para frente – se eu não lhes entregar a Jesus – vocês não vão suportar o sofrimento. Mas, o filho, tem também que fazer a sua entrega. Eu peço a Jesus. Eu entrego a Jesus. Mas, você tem de fazer a sua entrega.

O que vocês estão aqui fazendo durante todos esses anos de evangelização é colhendo, é plantando – é colhendo, é plantando. Chegará o momento em que se lembrarão das Palavras da Mãe – quando esteve presente de corpo e alma – e disse: “Filhos! Vocês passarão por fortes tribulações, mas quem estiver unido ao Céu, vencerá!”. Vocês verão a vitória com os olhos da carne. Mas precisam ter sabedoria. Se teimarem em continuar na mesma fragilidade, não colherão a vitória. Vão se sentir cada dia mais fracassados, derrotados, deprimidos, tristes e infelizes.

A pior dor é a dor na alma. Jesus disse: “Mil vezes os espinhos em minha carne, do que um só deles na alma daqueles que eu amo!”. Você precisa se lembrar dessas palavras de Jesus, porque há muitos espinhos que estão se filtrando na alma de vocês. Esses são os piores espinhos.

Vamos olhar para o Céu e ter a coragem de ter uma vida santa, abençoada, aos olhos do Pai. Querer ser, de fato, aquilo o que Deus quer que cada filho seja sobre a face da Terra.

Quero agora dar-lhes, com grande amor, a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Essa bênção foi para o mundo, para o Brasil, para as famílias aqui presentes, para que o homem deseje ser libertado do sofrimento espiritual que está presente em seu coração e em sua alma. A pior ferida, aquela que Jesus – com palavras sábias – disse: “Eu quero estes espinhos em minha carne e não os quero na alma daqueles que eu amo!”.

Que o homem se volte ao Sangue de Jesus. Apresente-se diante do Cristo, que lhe deu vida, que lhe libertou, que lhe santificou e que curou a ferida, que está presente sobre o mundo. Que o mundo não permita que essa ferida lhe conduza a um sofrimento maior.

Por isso, eu peço a Jesus: “Meu Filho! Tenha compaixão da humanidade, do mundo, de cada filho que hoje precisa das entranhas infinitas de seu Coração Misericordioso!”.

Parabenizo aos aniversariantes e peço que tenham força neste momento em que o Céu lhes pede que estejam dispostos a buscar a cura e a libertação do seu coração e da sua alma.

As flores foram abençoadas para a cura e libertação de todos os filhos aqui presentes, de todos os que precisam dessa luz, que liberta, cura e salva. Luz que é Jesus: A luz do mundo, o caminho e a felicidade de toda a humanidade.

Eis aqui a Serva do Senhor, aquela que pede ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo para lhes abençoar. Eis que o Senhor me chama! 

Última modificação em Quinta, 26 Outubro 2017 13:11
Mais nesta categoria: Mensagem de 23 de Julho de 2017 »

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração Inscrever-se no Apostolado

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp : 31 9 8305-0376