Terça, 24 Dezembro 2013 00:00

Mensagem de 15 de Dezembro de 2013

Avalie este item
(0 votos)

 

Queridos filhos!

Que linda graça é encontrar esta pequena e simples capela radiante de luz. Um lugar que acolhe e abriga os filhos de Deus, que são os corações abençoados para receber a presença de Deus. É no seu coração que Deus quer estar.

Por isso, eu venho lhes trazer, neste lindo Dia do Senhor, uma mensagem de esperança e de paz. Esta mensagem é, em especial, para os corações que estão chorando de dor, por causa do sofrimento.

Gostaria que vocês, junto comigo, fizessem uma reflexão sobre o quanto o sofrimento tem se alastrado sobre a face da Terra. Em particular, têm se alastrado as enfermidades do corpo. Reflita como as famílias, as crianças e os jovens estão sofrendo os ataques das enfermidades.

Precisamos pedir a Jesus, principalmente, neste mês de luz que Ele nos auxilie neste momento. A chaga sobre a carne dói, mas Jesus, que teve suas Mãos chagadas e seu Coração ferido, nos disse: “A dor de uma alma em chagas é muito maior do que a do corpo”.

Ao falarmos do sofrimento na carne, imediatamente temos que orar e pedir a Deus pela cura do sofrimento da alma, pela cura do sofrimento interior. Esse sofrimento é silencioso e até parece não estar presente em sua casa, em sua família, entre os jovens e as crianças. Mas, é justamente esse sofrimento da alma, o único que pode destruir a humanidade.

É o sofrimento da alma que leva as pessoas a cometerem crimes bárbaros.  Por isso, precisamos suplicar a Jesus, que morreu por todos, que derrame sobre nós a sua Misericórdia.

Quando eu olhava para Jesus hoje — o domingo é um dia muito importante para Ele, porque é o dia em que Jesus se faz o Divino Banquete Celestial em todos os sacrários da Terra — eu me lembrava daquele Grande Banquete, quando Jesus, na companhia dos Apóstolos, Se transformou no Alimento Supremo: o Cordeiro de Deus! Eu, então, carinhosamente pedi ao meu Filho Amado, que tivesse piedade de todos vocês, que tivesse misericórdia de vocês.

O ano está terminando, este belíssimo ano da fé, da boa vontade e dos jovens. Mas, com tristeza, vemos tantos jovens, tantas famílias, sofrendo amargas dores como consequência dos vícios e dos pecados na vida dos jovens. Já é tempo de se converter, filhos, principalmente para quem ouve a Palavra de Deus. Quem vive essa Providência do Céu já não pode esperar mais. Já é hora! O Coração de Jesus nos pede conversão. Ele nos pede hoje essa bela conversão. O Coração de Jesus sangra devido aos pecados cometidos contra Ele.

Muitos  jovens, por mais que escutem, ainda não vivem a Palavra de Deus. É uma juventude pobre em espiritualidade, que não vive e não respeita os mandamentos do Senhor, por isso, é que vemos tantas lágrimas sendo derramadas pelos seus pais e mães. Mas, existe também uma juventude linda, que é aquela que está se catequizando e buscando o catecismo da graça.

O ano dos jovens está terminando, mas a missão dos jovens não termina. Eles têm que buscar mais a santidade, têm de ter mais respeito pelos mandamentos. Os jovens têm consciência de seus atos. Quando você peca, você tem plena consciência de que está pecando. Não vamos ignorar essa realidade. Às vezes, os pais e as mães dizem: “mas ele não tem culpa”. Ele tem consciência, sim, do que está fazendo.

Se você não colocar na vida do jovem essa consciência, ele não mudará de vida. Ele não terá a salvação! Ele continuará contaminando seu coração e a sua alma. Jesus disse: “Eu sou a Luz que apaga as trevas, não a luz que se mistura com elas”.

Você tem que dar o bom exemplo. Não pode continuar vivendo essa vida de pecado, essa vida de sofrimento.  O jovem foi chamado por Jesus para viver a santidade, por isso este ano foi dedicado aos jovens. Há muitos que apenas vivem uma aparência de oração, mas não vivem a consciência da transformação. Foi por isso que tivemos tantos sofrimentos desde o início do ano, durante todo o decorrer deste ano. O alvo da dor da família, na maioria das vezes, têm sido os jovens.

Continuaremos em nossa missão de batalhar pela juventude, pela salvação dos jovens. Mas, muitos terão que passar pela dor, para vencer o pecado, para vencer o inimigo. Você, mãe, tem que ser forte e deixar que seu filho aprenda. Porque você é serva de Deus. Temos que ter zelo em sermos servos de Deus. Ele nos ensina a não apoiar os erros, mas sim, a ajudar as pessoas a vencerem os seus erros. Devem vencê-los e serem capazes de se fortalecerem na oração.

Uma das coisas que me alegrou a alma, especialmente aqui neste Vale, foi a linda evangelização que os jovens fizeram ensinando aos filhos de Deus a orar o Santo Rosário. Quero parabenizar a esses jovens. Isso é uma bênção de Deus. É uma grande bênção. Deus conduziu os jovens nessa missão tão bonita, nessa missão de acolhida a Jesus.

Quem ora o Santo Rosário renova a cada momento de sua vida a acolhida a Jesus. Você inicia com o primeiro mistério sobre o Anjo que me anunciou como a Mãe de Deus. E encerra com Aquele que deu a vitória a vocês. Diante desse catecismo belíssimo, destes 20 e tantos anos de minha presença de corpo e alma aqui, Deus tem nos conscientizado dessa Ressurreição.

Como alcançar essa Ressurreição? Através da Misericórdia de Jesus.

Foi grande a beleza da evangelização deste ano da fé. E sempre é preciso mais! A  humanidade tenta prever o futuro, mas o mais importante não é prevê-lo, mas se preparar para ele. É vigiar e orar!

A tendência daqui para frente é a chegada de sofrimentos cada dia mais intensos para a humanidade. Serão os sofrimentos tanto na carne, quanto na alma; tanto no corpo, quanto no tempo. Estamos nos finais dos tempos. Não é um tempo qualquer. Se você não tiver uma vida de graças, não vai conseguir sobreviver aos ataques do inimigo.

Isso é válido para todos vocês. A família tem que ter oração. Os jovens têm que ter oração. As crianças têm que ter oração. Uma das grandes missões da humanidade é a fraternidade.

Eu fico feliz com a espiritualidade do Natal fraterno. Eu queria até agradecer de coração a todos os filhos romeiros, aos peregrinos, que têm praticado a solidariedade, que têm praticado a partilha. Isso é algo que vocês precisam fazer sempre. A coisa mais bonita na vida é saber que Deus nos deu condições de sermos servos. Temos a felicidade de podermos contribuir, como servos de Deus, para que este mundo seja melhor! Contribuir para o sorriso de uma criança! Contribuir para o sorriso de uma pessoa idosa! Contribuir para o sorriso do enfermo! Contribuir para o sorriso das famílias! Essa é a missão de todos nós. Maria, a Mãe de Deus, e os filhos de Deus têm essa missão nestes finais de tempos. Temos de acender essa chama.

Estamos nos preparando para um dos momentos mais importantes da vida do ser humano: o nascimento do Menino Deus! No dia do Natal você tem que desejar esse Deus em sua vida, esse Menino Jesus. Ele é a renovação de sua fé. É a esperança renovada. A cada ano, encharcamos o nosso coração com o Doce Coração de Jesus. Temos condições de olhar para o mundo de uma forma diferente. Isso acontece através do trabalho que vocês têm feito aqui. É a espiritualidade que Deus constrói aqui. É algo de Deus, por isso é tão bonito!

Quando você vê algo construído pelas mãos humanas, por mais lindo que seja não tem aquele ar de espiritualidade. Enquanto que uma obra de Deus contém o Espírito Santo de Deus.

Eu consigo ver vocês cheios de luz, irradiando luz, porque eu vejo o Espírito Santo aqui presente conosco! Eu me alegro com o “sim” de vocês, pelo carinho, pela devoção, pela fidelidade, pelo amor de vocês, pela entrega, pela oração.

É Deus conosco sempre! Eu creio que já estamos plantando a vitória, que é o Triunfo do meu Imaculado Coração. Tenho certeza que daqui a pouco tempo, veremos na Terra, uma nova Terra, novos seres, novas criaturas. Tiraremos deste mundo todo o amargor e entrará, então, a doçura de Deus! Eu creio e luto por isso, junto com vocês. A minha luta é com cada filho, com cada criança, com cada jovem.

Eu quero ser sempre Maria, a Mãe que vem com seu manto cheio de amor pelos filhos. Eu quero cobrir vocês com o meu Manto Sagrado e conduzi-los para que sejam também criaturas sagradas de Deus.  Vocês são um tesouro! Vocês são uma preciosidade! Eu amo vocês! A vida de vocês é linda demais! Deus tem algo tão bom para a humanidade. Como Pai, Ele está lutando pela salvação de seus filhos, sempre!

O Salvador é Deus: Jesus! Você precisa desse Jesus. Se olharmos para a podridão do pecado na Terra, vamos chorar sangue, de tanto sofrimento. Nossas lágrimas não serão como água, não. Mas, Jesus tem nos dado tanta Misericórdia. Ele enxuga as lágrimas do pranto de vocês. É dor demais, filhos! É muita dor!

O mundo não está vivendo um momento qualquer, está vivendo o pior momento. Este é o momento em que o demônio quer destruir famílias, destruir jovens, destruir a santidade, destruir a Igreja! Ele quer destruir os valores da fé!

Mas, eu estou vendo algo diferente neste Natal, por isso, fico feliz. Estou vendo que a humanidade está se voltando mais para a Sagrada Família, para o presépio do Menino Jesus. Já era tempo. Antes a humanidade tinha o foco voltado para os lindos presentes e se esquecia desse Menino Jesus. Desse Menino Jesus que reveste o Natal de doçura. Ele faz as crianças terem doces sonhos com o lindo presente que é Jesus! Ele é o presente que Deus Pai — que o Divino Pai Eterno — nos oferece.

Eu estou tendo essa alegria. Estou podendo sentir essa alegria, porque estou vendo os meus filhos caminhando mais em direção ao presépio do Menino Jesus. Ele é uma grande riqueza. Ele é a bênção maior. Foi por meio desse Menino Deus que vieram todas as demais graças para a vida de vocês. Veio o seu trabalho, veio a sua fidelidade, veio a sua responsabilidade, vieram os dons da doação, da partilha e da contribuição. Você recebeu o dom de poder fazer coisas melhores. É esse Menino Jesus que renova a nossa esperança de ter um Ano Novo de Paz! Eu tenho certeza que isso vai acontecer. Eu creio no Coração do Menino Jesus!

Eu quero fazer dos corações dos meus filhos uma linda manjedoura de Natal. Na hora em que chegar o momento do Natal, todos vocês estarão com o Menino Jesus no coração.

Vocês estarão cheios de felicidade, de esperança, de cura e de libertação. Jesus vai passar e exorcizar todas as feridas e arrancar todas as cicatrizes que o inimigo deseje colocar na vida de vocês. Deus tem dado a vocês esse presente.

Estamos vivenciando este louvor, nesta semana de preparação. Faça o seu louvor de coração. Olhe para esta Família Sagrada, e reflita o quanto a sua família também precisa ser Sagrada. Queiram ser sagrados! Deus criou vocês santos. Vocês são santos, meus filhos!

Eu me encho de alegria quando digo: “Meus filhos! Vocês são santos!”. Porque, de fato, são santos, e é por isso que eu luto por vocês.

Com grande carinho, quero abençoar todos os filhos.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa a todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente todos os filhos, todas as famílias, todos os jovens e todas as crianças.

A bênção de hoje foi para minhas filhas Marilene, Marlene, Cristina e Jaqueline. Que Deus abençoe o coração de vocês! Foi também para a comunidade, para o grupo de apostolado belíssimo da Rosa Mística, que fez um trabalho tão lindo neste Natal solidário. Que Deus abençoe vocês! Vocês já são uma bênção!

Abençoadas são as mãos que ofertam a Deus o seu perfume. Qual é esse perfume? O amor que você planta. O perdão que você oferece. A fraternidade que você divulga. A caridade que pratica. Deus fez para vocês um Natal lindo. O Menino Jesus está preparando o coração de vocês para ser uma manjedoura cheia de luz. Vocês serão protegidos! Muito protegidos!

Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo — a Trindade Santa — protegerá a todos os romeiros que têm contribuído para que o Natal seja uma bênção de Deus! Que este seja um Natal de bênçãos, de alegria para o coração daqueles que merecem: os inocentes, as crianças, os necessitados, os que realmente precisam de ajuda.

Obrigada pelo “sim” de vocês, que são filhos de boa vontade e, por isso, praticam esse gesto de amor.

Hoje Jesus nos falou dos doentes. Quero ensinar a vocês um ato de consagração a Jesus para quando você estiver enfermo. É belíssimo! Você tanto precisa da cura da alma, quanto da cura do corpo. Precisa aceitar a sua enfermidade tanto para receber a graça, quanto para aceitar carregar a cruz.

Quando chegou a hora de Jesus carregar a cruz, houve um momento em que Ele disse: “Pai, afasta de mim este sofrimento”. Mas depois disse: “Pai, seja feita a sua vontade!”.

Todos vocês que estão doentes e famílias que possuem algum membro enfermo, sempre que possível, façam esta oração, dizendo para Jesus:

Jesus, eu confio em Vós. Consagro-Vos a minha enfermidade para que diante de Vós — o Criador, o Salvador e o Santificador — eu seja restaurado, curado, libertado e exorcizado. Amém!

Comecem a fazer essa oração de consagração. Assim, vocês se tornarão leves e suaves, tanto para carregar a cruz, quanto para receber a cura, a graça. Essa oração é para os doentes que se encontram com pestes tanto no corpo, quanto na alma, no espírito.

Que Deus abençoe vocês!

Eu quero sempre poder abençoá-los e desejar luz para a vida de vocês, que são as flores que eu amo. A vocês quero ofertar, com carinho, o meu Coração de Mãe.

O Céu me ama e ama a todos nós. Eis aqui a Serva do Senhor!

 

Última modificação em Terça, 24 Dezembro 2013 08:44
DMC Firewall is a Joomla Security extension!