gototopgototop

Mensagem de 19 de Setembro de 2002

Queridos e amados filhos!

Com grande alegria e amor em meu coração, eu os acolho carinhosamente neste lindo dia, nesta linda tarde.

Vamos primeiramente agradecer a Deus por estarmos aqui reunidos. Cada um vai colocar nas mãos de Jesus o seu pedido, a sua necessidade. E de uma forma muito bonita vamos confiar na graça de Deus.

Vamos fazer hoje, nesta tarde, uma meditação e uma reflexão. O que significa para nós o Vale da Paz, o Vale da Fé, Vale da Piedade e da Caridade? Significa para nós um lugar escolhido pelo Céu, para o Céu conduzir a graça de que mais o mundo precisa: a Palavra de Deus, que nos ensina a amar sem limitações, sem medidas, sem excluir ninguém. Palavra de Deus que nos ensina a dobrar os joelhos e a ter fé. Palavra de Deus que nos ensina a ser simples, humildes e caridosos. Palavra de Deus que cura o enfermo tanto doente do corpo como do espírito.

Por isso, nós vamos meditar sobre o valor que tem para Deus a presença de cada um de nós aqui, neste momento. A presença dos jovens, das crianças, das famílias, do sacerdote; a presença dos missionários, a presença das comunidades, dos peregrinos, cada um trazendo no seu coração um pedido ao Céu. E neste pedido pedimos também pelo Brasil, por esta cidade escolhida por Deus, por este Vale construído por Deus, porque hoje nós vemos aqui uma construção diferente, uma construção das mãos de Deus.

Vemos aqui o amor de Deus refletido em cada criança, que muitas vezes vem carente ao encontro de um lar e de uma família. Vemos aqui a graça de Deus no coração de cada missionário que renuncia ao mundo para servir a Deus, que deixa o seu trabalho, sua casa, sua cidade e vem para um lugar escolhido pelo Céu, onde todos que aqui vivem também são escolhidos pelo Céu, onde todos aqueles que aqui caminham também são escolhidos pelo Céu, onde  todos aqueles que fazem parte do exército de Maria são escolhidos pelo Céu, onde aqueles que hoje dedicam sua vida ao Apostolado de Oração, do Santo Rosário, da Misericórdia, também são escolhidos pelo Céu, onde aqueles que dedicam sua vida ao amor ao próximo, estes também são escolhidos pelo Céu. E são estes escolhidos pelo Céu que trazem no seu coração uma das maiores riquezas da vida: a fé, os olhos da fé.

Qual é o maior sinal que Deus já mostrou a você? A sua fé. Porque a sua fé te fez mover os pés, a sua fé te fez mover as mãos, a sua fé te fez mover o coração e a alma, por fim, todo o seu ser. A sua fé te transformou, a sua fé te curou, a sua fé te salvou do mundo da lama.

Você já pensou que se você não tivesse conhecido a fonte que é este Vale da Graça de Deus, o quanto que hoje você poderia estar vivendo na lama? Na lama que hoje o mundo oferece constantemente a todos, a lama da ganância,  a lama da luxúria, a lama do orgulho, do egoísmo, a lama do vício, a lama da pobreza de espírito, que é a falta de amor, de caridade, de honestidade, e de justiça na vida das pessoas.

Então a graça de Deus aqui é como um rio que se transforma em uma água viva.  Deus escolheu um pedacinho de chão, e desse  pedacinho de chão concretizou uma obra viva.

Hoje vocês estão aqui no lugar em que, pela primeira vez, o Céu me enviou a estar presente de corpo e alma. E hoje celebramos quinze anos da minha vinda no Vale da Paz. Parem e meditem, meus filhos, quantos joelhos já se dobraram aqui para fazer uma prece. Quantas graças já foram alcançadas e recebidas aqui neste pedacinho de chão, porque Deus está aqui!

Aqui não é uma obra diferente, não é uma obra construída  diante de novos ensinamentos, é uma obra construída dos mesmos ensinamentos deixados por Jesus, porém esquecidos de serrem vividos pelos homens. Deus não vem trazer uma nova mensagem, vem conscientizar o mundo da mensagem que nunca se torna velha, que é o hoje, o amanhã e o sempre: A Palavra de Deus.

Quem é Cristo para nossa vida? É a beleza, é o caminho, é a verdade. Mas o Cristo para nossa vida, Ele é hoje, amanhã e sempre o mesmo Cristo.

Eu tenho hoje uma alegria muito grande! Tenho uma alegria grande em saber que Deus está fazendo desta comunidade uma comunidade espiritualizada, catequizada, consciente de que aqui ainda muito tem que trabalhar pelo Reino de Deus. E que nós recebemos do Céu uma catequese, cujo valor que contém é incomparável, cercado de uma teologia que se chama Graça e Ciência de Deus.

Por isso nós devemos saber ouvir e viver, procurar sempre ter humildade e nunca nos envaidecer. Sempre olhar para o nosso coração e pedir a Jesus: “Senhor, revesti-me com a sua humildade, sua serenidade, sua sinceridade e seu amor. Fazei que eu possa ser instrumento digno, autêntico, verdadeiro e humilde. Não me deixe vacilar, e quando eu cair faça-me erguer e levantar para o seu grande e imenso poder, que é a sua misericórdia.”

Devemos recorrer todos os dias à misericórdia de Deus,  principalmente vocês que fazem parte deste exército com Maria e com Jesus, aqui no Vale da Paz. Vamos agradecer pelos lindos méritos de graças que são os Apostolados de Oração, a caminhada de Grupos de Orações formados na verdadeira catequese de oração e amor ao próximo, porque o maior sinal do mundo é o amor. Porque foi por amor que Jesus morreu na cruz, foi por amor que Jesus tornou-se o Santo Alimento do mundo, que é a Eucaristia. E pelo mesmo amor, Jesus continua operando em nós o milagre maior: a Eucaristia, que é o próprio Jesus presente em nós e a graça de viver o amor de Deus em cada coração, consciente de que aquele que ama terá a grande recompensa da graça de Deus em sua vida.

Então cada um neste momento também vai fazer uma reflexão, e pensar se realmente você ama como o Céu lhe pede. Se realmente você está com seu coração aberto para agradecer a Deus por estes quinze anos da minha vinda aqui no Vale da Paz, por um desígnio do Céu, por uma vontade linda da Santíssima Trindade, para fazer do mundo um mundo melhor, um mundo digno, onde haja no mundo inteiro: a paz, a esperança e a felicidade em Deus.

Cada um, no silêncio do seu coração, vai pedir perdão a Deus pelas vezes que você nega completamente Jesus Cristo, que está presente em você. Vai pedir perdão a Deus pelas vezes que você esquece de amar a Jesus Cristo na pessoa de seu irmão. Pelas vezes que você exclui seu irmão, que você não sabe respeitar o seu irmão como realmente seu irmão merece. Pelas vezes que você esquece de corresponder aos desígnios de Deus. Pelas vezes que você deixa o inimigo zombar de sua língua, com palavras maliciosas e de ofensas a Jesus Cristo, que está em seu coração.

Vamos recorrer a Jesus também um pedido de forças para todos nós que estamos juntos numa peregrinação ao encontro do Triunfo do meu Imaculado Coração. Eu, Maria, a Imaculada Conceição, aqui como Mãe e Senhora de Piedade, desejo que vocês se conscientizem de que daqui para frente nós precisamos ser muito mais fortes. O caminho vai se tornar um caminho muito mais estreito. As dificuldades vão surgir de uma forma muito mais violenta e vocês precisam ter muito cuidado para não negarem a Deus.

Sejam sempre conscientes, amanheçam o dia e peçam a fortaleza, agradeçam a Deus, ao anoitecer do dia, pela fortaleza que o Senhor tem lhes dado. Procurem silenciar muito. Evitem a malicia dos seus olhos, da sua língua, dos seus ouvidos. Plantem coisas lindas, para que vocês também possam colher coisas lindas. Sejam fortes! Dentro de muito pouco tempo vocês verão aqui um grande Santuário de Maria e de Jesus.

Por isso orem, porque o exemplo  de vocês é a chave principal para que este Santuário possa ser o mais depressa possível reconhecido. Valorizem este pedaço de chão abençoado pelo Céu. Lembrem-se de que a obra aqui não é feita à base da vontade dos homens, e sim da vontade de Deus.

Tenham sempre muita fidelidade, principalmente à graça de serem uma comunidade fraterna, que partilha tudo o que tem e que vive constantemente da Providência Divina. Nunca se preocupem se um dia faltar-lhes aquilo que diz respeito à matéria. Preocupem-se com a espiritualidade, pois esta nós estamos tendo aqui a maior felicidade e riqueza de tê-la, vinda diretamente de Deus para cada um de nós.

Orem sempre pela Santa Igreja e estejam sempre unidos a ela. Sejam humildes, perseverantes, fortes. Não se deixem abater com as críticas. Jesus dizia que toda obra boa é revestida pelo sofrimento. Nos momentos em que forem criticados, abracem com alegria a sua cruz e ofereçam em consolo a Jesus, pedindo a Ele a sua bondade e misericórdia para o mundo.

Sejam perseverantes, dedicados e obedientes à vontade de Deus. Nunca queiram deixar se levar pela vossa vontade. Lembrem-se: hoje são quinze anos, a comunidade cresceu, mas o maior crescimento que consola o meu coração é o crescimento espiritual  de cada um de vocês.

Nada vale ao mundo aparentar coisas lindas se hoje a estrutura do mundo é tão pobre. Por isso, preocupem-se sempre em manter este pedacinho de chão espiritualizado. A base fundamental para esta espiritualidade é a vivência da Palavra de Deus, o amor, a Eucaristia e a oração do Santo Rosário.

Recitem sempre com carinho as orações que foram direcionadas a vocês, principalmente a oração da Divina misericórdia (ensinada no domingo à tarde). Não abandonem a sua caminhada, não abandonem a sua Cruz. Sejam vocês filhos dedicados, e nunca olhem a quantidade apenas, mas olhem principalmente o conteúdo da qualidade que lhes é dada. Porque muitas pessoas se deixam envaidecer com os olhos e hoje o mundo oferece muitas coisas para iludir as pessoas. Olhem a qualidade do amor e lembrem-se que sem ela nada podemos ser.

Sejam vocês mesmos e lembrem-se de que vocês alcançarão a santidade também pelas suas fraquezas. É através delas que vocês reconhecerão a força de Deus que há em vós.

Sejam sempre perseverantes e não percam jamais a sua fé! Se um dia tudo lhes for tirado, não deixem que a vossa fé seja abalada. Sejam bons, humildes e simples, pois só assim vocês poderão corresponder com dignidade a tamanho mérito conduzido a vocês pelo Céu.

Que Deus lhes faça fortes, que Deus lhes abençoe e de uma forma muito especial, hoje, pelos quinze anos da minha vinda, eu quero abençoar o Santo Padre, a Santa Igreja, os sacerdotes, o mundo, as famílias, os cristãos e toda a Comunidade, a todos os filhos que estão aqui presentes; aqueles que não se preocuparam em largar seus trabalhos para estar aqui orando e agradecendo a Deus por um dia tão especial, por um momento tão especial, e pela misericórdia de Deus ser tão especial em nossas vidas.

Eu só queria dizer a vocês que a minha vinda ao Vale da Paz é unicamente um desígnio de Deus. Tenho aqui uma missão para cumprir, e no momento em que tiver cumprido, encerrarei a minha vinda aqui neste lugar. Mas a minha missão aqui ainda tem algo a se cumprir. Por isto, estarei com vocês lutando pelo Triunfo do meu Imaculado Coração e pela a Paz em toda parte da Terra.

Que Deus faça de vocês filhos fiéis, verdadeiros e iluminados! Estou feliz e desejo que o Vale hoje também seja consagrado ao Vale da Caridade, pelo fato de que a caridade principal aqui é dar de comer a quem tem fome, especialmente fome de Deus.

Com alegria e amor vou dar-lhes a minha benção!

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos os presentes enquanto cantam: Dai-nos a bênção...

Queridos e amados filhos!

Eu abençoei a todos vocês e aos filhos que vieram, as crianças, os jovens, pais, mães, e o sacerdote. Fiquei tão feliz! Sinto-me com meu coração imensamente consolado. Consolado pelo carinho de vocês, pelo amor de vocês, pelo trabalho de vocês, que é hoje, sem dúvidas, um trabalho de evangelização, de divulgação, de luta pelas coisas do Céu. Isso é um consolo a Jesus Misericordioso! Que Deus continue dando a vocês forças!

Hoje a nossa comunidade se alegra pelos quinze anos de minha vinda. Tantos e tantos anos, e Deus olhou por este lugar, por este pedacinho de chão, por esta cidade, por este país e fez aqui um Vale de Luz. Um Vale que hoje é reconhecido pelo grande mérito que tem: o amor, a paz, a humildade, o perdão e a fé.

Sinto-me honrada, coroada pelo amor de vocês. Sinto-me feliz, agraciada pelo carinho de vocês, e posso lhes dizer: Maria, a Mãe da Graça e do Amor, sente-se feliz em estar aqui de corpo e alma e ser pra vocês um instrumento para lhes conduzir o grande e maior tesouro do mundo: A Palavra de Deus!

Que Deus continue dando forças, coragem e muita luz a cada um de vocês, para que vocês sejam instrumentos dignos e autênticos. Que vocês possam ter a verdadeira armadura do cristão: a fé, a oração, a Eucaristia, a vontade de lutar e lutar por um mundo melhor, mesmo que o sofrimento venha, mesmo que a dificuldade venha, mesmo que tudo lhe falte, mas que a sua fé seja sempre a riqueza maior da sua vida, e a fortaleza linda da sua alma.

Que Deus abençoe a todos vocês!

Deixo-vos sob a bênção de Deus Pai, de Deus Filho e de Deus Espírito Santo! Que toda a comunidade seja abençoada e que a vossa oração seja verdadeiramente agraciada pelo Céu, pelo grande mérito que hoje nós temos a felicidade de viver, que são sinais do Céu, conduzidos ao mundo inteiro pelo amor e pela misericórdia de Deus.

A quem me ofertou lindas flores, eu dou meu Coração de Mãe! Agora eu vou, o Senhor me chama, e eis aqui a Serva do Senhor!

Última modificação em Segunda, 28 Outubro 2013 10:15

radio

Canal de Comunicação Oficial das Aparições de Nossa Senhora de Piedade, no Santuário da Mãe de Piedade ( Vale da Imaculada Conceição) em Piedade dos Gerais - MG .  ©  2012 - 2017 Todos os direitos reservados.

Contato:
Romarias Equipe do Site Perguntas Frequentes Endereço do Vale Pedidos de Oração

Informações: (31) 3721-3966 (Fixo) / 9 8431-0338 (Claro) / 9 9908-3966 (Vivo) 
Mensagens de Nossa Senhora via WhatsApp :
31 9 9695-4716