Quarta, 27 Janeiro 2021 17:04

Mensagem de Nossa Senhora de Piedade em 24 de Janeiro de 2021

Avalie este item
(6 votos)

Queridos filhos!

Este é um momento de muita paz, de oração, de amor, silêncio, adoração e agradecimento a Jesus, num ano forte, belíssimo, de honra e louvores a São José e de súplica ao Divino Espírito Santo por toda humanidade, que precisa tanto da luz neste momento de dor e de tormentos - consequências dos pecados da humanidade.

As trevas levam o homem a uma escuridão interna e o coração do homem precisa ser liberto; precisa ser suave, manso e humilde.

A humildade é a grande chave da felicidade. Quando você é humilde, alcança de Deus todas as graças. Quando você é humilde, alcança de Deus tudo que o seu coração pede - que seu coração deseja.

Vamos pedir a Deus pelo mundo inteiro. Qual é a cura que o mundo mais precisa? Qual é o remédio que o mundo mais precisa? Essas são as perguntas para as quais o mundo espera a resposta e a cura.

No momento presente o homem está voltado à matéria - ao remédio que possa trazer um alívio para este momento de dor. Mas a Palavra e os ensinamentos do Céu nos mostram que existe algo muito maior do que este sofrimento presente: é o que está no coração, na alma e no testemunho de vida.

A consequência de tudo isso tem levado o homem ao sofrimento; a perder completamente a fé, a esperança, a luz; a não ter mais como saber, entender e viver o plano de Deus.

Inclusive, filhos, é preciso voltar a Deus, como Deus quer. Muitas vezes, a sua palavra é uma e seu testemunho é outro.

Quando falar das coisas do Pai, das coisas de Deus, a primeira coisa que você deve refletir é sobre a riqueza que você é para Deus. Nunca se esqueça disso! Diante de tudo o que você enxerga, o maior tesouro que Deus tem são os filhos de Deus - é você!

Peça a Deus Divino Espírito Santo para lhe iluminar. Está faltando muita luz no coração do homem.

Tudo que o homem está vivendo, neste ano dedicado a São José e no ano que foi dedicado à conversão das famílias, nos faz refletir sobre um tempo em que estamos nas mãos de Deus. Porque aquele que mais se entregou nas mãos de Deus, a serviço do Céu, foi São José, para ser um canal vivíssimo do amor a Cristo.

Hoje, Jesus, pede que nós também sejamos esse canal; esse canal de vida, de força e de fé. Mas, como o tempo da justiça chegou - não vai chegar, já chegou até nós - já não é mais hora de esperarmos. É tempo de agirmos!

É por isso que precisam pedir ao Divino Espírito Santo; Ele é a maior riqueza que vocês têm. Supliquem ao Divino Espírito Santo: "Vem, vem, vem iluminar!"; porque o mundo precisa de algo maior.

O homem se encontra diante de um vazio. Ele persegue, muitas vezes; não sabe dar as mãos. O mundo está divido. Algo que deveria ser para que o homem se unisse, fez com que ele caísse cada vez mais em discórdia e desunião.

Talvez vocês não estejam vendo, mas é visivelmente claro como o mundo está dividido e o quanto cada um quer saber mais do que outro, num momento em que todos deveriam suplicar ao Espírito Santo a grande graça que o mundo precisa. Essa união é a força do mundo!

O que Jesus disse sobre o tempo da dor, do sofrimento, do medo, do pânico, das depressões e das enfermidades?

“Quanto mais unidos vocês forem, mais fortes serão!”

A divisão e a desunião só enfraquecem. O mundo está fraco; o homem está enfraquecido.

É por isso que eu estou aqui pedindo ao Divino Espírito Santo, suplicando ao Divino Espírito Santo a fortaleza para o mundo, a compreensão e o discernimento da Palavra.

Às vezes é fácil escutar uma mensagem que vem do Céu, mas é muito difícil colocar essa mensagem na sua vida, na prática do seu dia a dia.

Deus está sempre pedindo que você se cure do seu orgulho, da sua vaidade, a sua forma de ser, a sua forma de agir e de pensar. Por mais que você tenha dons, que você tenha graças, o inimigo lhe persegue. Você precisa ser forte. Você precisa ser vitorioso.

A humanidade não pode se dividir! Ela precisa se unir, principalmente em oração. O povo de Deus está muito dividido, principalmente na oração! Cada um quer sozinho mostrar mais a essência de algo que precisa de união para ter essência.

Deus está nos falando desse grande prodígio, que nós podemos, devemos e que nós buscaremos receber do Céu: sermos dignos de toda graça. Em meio às trevas, à escuridão, que sejamos sábios - tenhamos a sabedoria.

Porque pior sofrimento pode vir para a humanidade. Não é apenas um sofrimento que vai atingir a matéria, mas que vai e que está atingindo o espírito. A sua matéria é forte quando seu espírito é forte; quando você tem o Espírito Santo em você. Quando você tem o Espírito Santo, você combate a fraqueza da sua carne. Se vem o pecado, você é sábio. Se vem a tentação, você é forte.

Você não pode continuar fraco, longe das coisas do Céu.

A humanidade se distanciou das coisas de Deus como se fosse por um motivo de prudência, por um motivo de zelo, porque o mundo está diante de um sofrimento, de uma dor. Mas o Céu está providenciando a misericórdia. O Céu é Misericórdia! E essa misericórdia está transbordando. Jesus nos fala que a sua misericórdia, hoje, está transbordando sobre a Terra.

Então, temos que acreditar nesta fonte de misericórdia e nos colocar na presença do Coração de Jesus Misericordioso. Temos que ser sábios para edificarmos a nossa fé em Cristo; sem divisão e sem discórdia. Com unidade, com fé, com humildade e com alegria, mesmo nos momentos em que você deveria chorar. Deus lhe quer sorrindo; Deus lhe quer ver forte!

Se você passa apenas pelo sofrimento e pelas lágrimas, você precisa se fortalecer! E depois dessas lágrimas surgirá um sorriso de vitória.

Neste momento há lágrimas, mas também há vitórias. Neste momento há perdas, mas, também há colheitas.

Nada se perde, afinal! Tudo é do Pai! Não devemos nos aprofundar apenas no que nós pensamos, mas naquilo que Deus é. Tudo é do Pai! Nós somos de Deus! Estamos aqui pela vontade de Deus. Esse nosso domingo é um presente de Deus!

Em tudo o que fazemos, somos movidos pela presença da Santíssima Trindade, principalmente neste ano de súplica ao Espírito Santo.

É preciso suplicar! É preciso vir a ciência do Céu, que estará presente no coração de quem Deus ama – seus filhos!

Nas mãos de vocês está a vitória. Vocês podem construir e fazer tudo pelo bem da humanidade aqui na Terra; pelo bem e pela paz de todas as pessoas no mundo. Desde que vocês se voltem à ciência de Deus. A ciência de Deus não é a ciência da ganância; não é a ciência do poder; é a ciência da cura[1]. Enquanto o homem não se curar do egoísmo e da ganância, não terá a sabedoria plena, ele vai sempre se esconder diante da virtude e do sofrimento.

O sofrimento chegou forte em todos os cantos da Terra. Ninguém pode negar que algo no mundo precisa ser diferente, precisa ser melhor. O que precisa ser melhor é o filho de Deus. Amar e perdoar mais; ser família; ter mais responsabilidade; ter mais zelo pela vida humana. A vida humana é o maior tesouro de Deus.

Toda obra de Deus é linda! Mas o filho de Deus é o presente maior; é o jardim maior.

 A humanidade, hoje, zela por tudo, mas não zela por esse presente; não zela e nem cuida da vida[2].

Há muitas pessoas em situação piores do que podemos imaginar; há muita desigualdade, miséria e fome. Há muitas pessoas na Terra suplicando a Misericórdia, cansadas do sofrimento.

É por isso que Jesus nos coloca diante dessa missão de evangelizar, de levar a Palavra e de ser exemplo; de sermos testemunhos vivos do Santo Evangelho; sermos obras vivas na família de Deus, que é a Santa Igreja; sermos um povo que se une num só coração e numa só alma para curar essa Terra doente.

Na verdade não é a Terra que está doente, é o que está sobre ela – o homem. Então, é necessária a cura dos corações. E São José intercederá por vocês. Ele é o grande instrumento neste ano para interceder pelas famílias, pelos pais, pelos missionários, pela Santa Igreja, por missões santas... Porque está faltando muita santidade.

O homem está deixando-se levar pela grande dor da falsa liberdade[3]; tudo pode, tudo é bom! E nem tudo pode! Nem tudo é bom, filhos. Tem certas coisas que se praticadas serão muito  ruins para você. Se você matar, roubar, fazer a violência, praticar coisas que contrariam a Palavra e os ensinamentos do Espírito Santo, você vai ferir o mundo - não só você, mas o mundo.

O que flui no mundo é o seu exemplo. E o exemplo da humanidade é um exemplo de dor; é um exemplo de tristeza.

Vamos nos apegar a este santo forte, sábio, humilde, silencioso São José para transformar um pouquinho esse sofrimento, para que ele não seja maior.

Vocês precisam ter sabedoria e discernimento para construir. Não é o barulho, a vingança, ou as competições que levarão o mundo à vitória. Mas a união, a partilha e a oração.

Vocês precisam aprender a viver de mãos dadas nesta Terra, mesmo que isso seja tão difícil. Porque há tantas culturas diversas na Terra. Mas todos os povos são filhos de Deus e têm o Espírito Santo para lhes iluminar.

Ninguém é tão cego que não consiga permitir a luz do Espírito Santo entrar na sua vida.

Vamos pedir ao Divino Espírito Santo para tomar conta do mundo, do Brasil, das famílias, dos nossos jovens, das nossas crianças, da fé do povo de Deus.

Será que a fé está linda no coração do homem? Será que está uma fé forte, capaz de superar tudo? Será filhos?

Num momento de reflexão, de meditação da Palavra, reflita sobre isso!

Como estou vivendo a minha fé? Como estou vivendo a minha fé?

Às vezes é muito fácil dizer: "eu tenho fé"; mas é muito difícil viver a fé! Quando você vive a sua fé, vive a entrega, a confiança, você sabe amar.

Você sabe quem é Jesus? E se Ele estivesse do seu lado? Ele está na pessoa de seu irmão, na pessoa de cada um de vocês. Mas, se Jesus viesse hoje ao encontro da sua pessoa, será que você reconheceria Jesus, se você o ama, se você sabe que Ele é a humildade, a luz, a simplicidade, o caminho, a união?

Como Jesus ama a união! Tomou as crianças e abraçou. Abraçou os doentes. Abraçou todos os que precisavam do seu abraço, do seu amor e da sua misericórdia.

Como você se colocaria, hoje, na presença de Jesus? Como estaria a sua fé?

Jesus ensinou o homem a vencer, porque Ele venceu. Ele morreu numa cruz para dar a vocês a Vida Eterna; a vitória.

Como você se coloca na presença de Jesus como igreja, como pai, mãe, como missionário, como sacerdote, criança, jovem?

Como você se apresenta para Jesus, neste ano, que não será muito fácil?

Será um ano de muitas lutas, mas também um ano de muita luz. Terá muita luz! O Espírito Santo iluminará muito a humanidade.

Estamos num combate. E nesse combate, somos aqueles que trilham o caminho da graça. A graça e a misericórdia sempre serão maiores que o medo, as doenças, as enfermidades, e do que tudo que está à nossa frente. Por maior que algo seja, Deus é sempre maior!

É por isso que você precisa se colocar na presença de Jesus, ter mais união e orar com mais fé. Não tenha medo de estar na presença de Jesus.

Talvez, neste momento, o homem tenha medo de estar no Brasil - em qualquer canto deste país -, mas na presença de Jesus ele não deve ter medo.

É importante vocês entenderem que Jesus está dentro de você. Ele quer viver com você.

Quando eu peço para vocês viverem uma vida mais unida com Jesus, às vezes, vocês se colocam como aquele servo, que quer estar apenas na presença d’Ele. E a presença d’Ele está em você. A presença de Jesus está em você lhe ensinando a ser bom, a ser forte, a ser humilde; lhe ensinando a silenciar e a amar.

Ser fraterno é para os humildes! Porque se o homem não sabe respeitar a Deus, quanto mais o próximo. Como tem sido difícil para o homem respeitar o seu próximo.

Eu darei um exemplo sobre a vida de vocês aqui em fraternidade: Deus escolheu este Vale, escolheu uma família, escolheu pessoas para estarem aqui presentes. E muitas dessas, não sabem respeitar a Deus e nem as pessoas que abriram seus corações para essa obra de Deus.

Se homem não sabe respeitar a Deus - que é o grande Criador de todas as coisas - como será a luta do homem para respeitar o seu próximo?

Se não houver respeito no mundo, não haverá cura do mundo, filhos! A grande cura se faz com unidade, amor e respeito - principalmente respeito de uns para com os outros.

Com grande carinho, eu quero dar-lhes a minha bênção!

Neste momento, Nossa Senhora abençoa todos enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Eu lhes abençoei com muito carinho! Fiquei muito feliz em abençoar vocês.

Essa Palavra nos deu a grande graça para podermos compreender, com sabedoria, o que está acontecendo na Terra - no mundo. Jesus mostrando que está em nossas mãos, principalmente nas mãos de vocês, a cura da humanidade. Quando Ele fala do Espírito Santo, que é a ciência sabia, a ciência do amor e da verdade - e como tem faltado o amor e a verdade entre os homens! -, Jesus fala também do respeito ao próximo, porque hoje a humanidade não sabe mais respeitar a Deus.

Quando eu vejo o sofrimento se aproximando da humanidade, eu sinto no meu Coração Imaculado de Mãe que se a humanidade tivesse um pouquinho mais de temor a Deus, esse sofrimento não seria tão grande. O que Deus quer é o melhor para vocês! A partir do momento em que vocês respeitarem a Deus, viverão imensamente felizes.

Então, o Céu os coloca em plena união com Cristo. A riqueza maior de viver tendo o Cristo em nós, é saber que Ele está dentro de nossos corações e almas.

Que essa mensagem possa fortalecer vocês nessa grande luta. Que a ciência do Espírito Santo possa iluminar a ciência das mãos do homem para que venha o amor e a cura para a humanidade.

As flores que vocês me ofertaram foram abençoadas por Cristo, meu Filho Amado. Eu sempre peço a Ele que as abençoe para cura e libertação de todos os doentes do corpo e da alma.

A todos os aniversariantes, desejo muita paz! Que vocês peçam a São José uma graça especial por este dia. E ele vai lhes conceder essa graça!

Eis aqui a Serva de Deus, Maria, a Mãe de vocês, a Mãe de Piedade, a Imaculada Conceição, e eis que o Senhor me chama.

 

Última modificação em Quarta, 27 Janeiro 2021 17:08
DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd