Terça, 14 Janeiro 2020 12:47

Mensagem de 01 de Janeiro de 2020

Avalie este item
(5 votos)

"Este ano será dedicado à oração pela conversão de todas as famílias da Terra."

 

Queridos filhos!

Com amor e carinho estamos aqui em agradecimento a Deus por este ano das missões e das comunidades. Foi um ano difícil para o Brasil e para o mundo, de provas, de perdas. Foi um ano em que a humanidade precisaria ter vivenciado com mais sabedoria a força da fé. Quanto maior é a batalha, maior também é a graça de Deus para vencê-la.

O homem precisa ter a fé viva para vencer o sofrimento seja ele na matéria, no tempo ou na alma. Agradecemos a Deus porque há sofrimento, mas também há muita graça. Há muitas bênçãos!

O missionário é sempre o testemunho vivo do amor de Deus na Terra. São todos vocês, filhos, jovens, crianças, pais, mães, sacerdotes, religiosos e religiosas. Vocês são um verdadeiro sinal de Deus na Terra. Cristo reina! Cristo quer viver e reinar em cada um de vocês. Em seus corações, em suas almas, dando a vocês a inteligência, a sabedoria e o entendimento que são dons maravilhosos do Espírito Santo.

Então, são muitas as graças, mesmo frente a muitas batalhas. E há sempre a esperança de um novo ano. Há sempre a busca por fazer deste, um ano melhor. A certeza é que tudo se torna melhor, quando as pessoas buscam ser melhores. A certeza de um novo ano está nas mãos de vocês, filhos. Ser uma pessoa melhor, ser uma pessoa nova.

O que as pessoas precisam curar? Qual é a cura que as pessoas mais precisam?

O mundo está doente. Não é uma doença qualquer. É uma doença causada pelos pecados da humanidade: falta de entrega, de adoração e de paciência. As pessoas não têm paciência, principalmente os evangelizadores. Evangelizar não é fácil. É uma missão difícil porque vocês têm de ser pacientes.

Têm de se lembrar de Jesus quando olhou para aquelas pessoas vazias, cheias de dúvidas, e lhes ensinou que a fé pode transformar o mundo, que a fé pode mover montanhas. Essa fé, hoje, precisa mover as famílias, os jovens, as crianças, nessa vida missionária, nessa vida bonita. É uma vida em comunidade, em família.

Vocês são uma família. São uma família de Deus, um jardim belíssimo de Deus. E, Ele sempre zela por esse jardim, por cada filho. A batalha é grande, mas também há a certeza da vitória, porque Deus está conosco. Mesmo diante das batalhas, veremos inúmeras vitórias. Veremos sempre as vitórias. Toda batalha nos fortalece.

Este é um tempo de vocês procurarem força, como tiveram os caminhantes que vieram (referência á caminhada de Lafaiete ao Vale). Venceram o calor, o longo caminho. Vocês têm a força, que vem do alto, que vem do Céu. É essa a força que faz com que vocês façam essa peregrinação pedindo um ano de paz e agradecendo pelo ano que vai. Não é fácil vencer o cansaço, o peso de ser caminhante.

Jesus nos mostra várias passagens de sua caminhada conosco. Nelas Jesus mostra que não é fácil ser caminhante, ser peregrino. Não é fácil seguir o caminho, entregar a sua vida totalmente a Deus.

Quantos de vocês desejam ser de Deus e encontram tantas provas pelo caminho. São tantas as provas! É o inimigo tentando desanimar você. Mas a sua força é maior do que a sua fraqueza.

A presença de Deus em sua vida é suprema. É superior a toda a perseguição maligna. Você tem muito mais Deus, do que imagina ter. É por isso que foram capazes de vencer o sol e o calor. Você sabia que Deus estaria com você, que Ele seria seu caminho. O calor, portanto, não lhe enfraquecia. Pelo contrário, o calor lhe fazia ser mais forte. Cada passo que dava, lhe dava mais ânimo para vencer o peso do calor, para assim poder chegar onde Deus queria que você chegasse. Esse lugar é este santuário, onde você tem de ter uma vida de entrega e de oração.

A caminha de vocês é forte, bonita e serena, onde vocês têm muito que agradecer a Deus, mesmo diante das batalhas, das provas e dos sofrimentos. Vocês têm tudo para fazer conforme Deus deseja, conforme Deus quer. Jamais desanime! Nunca desistam daquilo que Deus quer para vocês, filhos! Essa é a grande missão de vocês. Não é um desafio. É uma missão. Vocês não estão enfrentando um desafio, mas sim, cumprindo uma missão, que nos pede coragem. Sonhar com um novo ano é fácil, fazer um novo ano é difícil.

Este ano que surge, que se inicia agora, está nas mãos de vocês. Com certeza, será um ano de mais oração, porque vocês, o povo de Deus abençoado, os filhos amados, vencerão pela oração.

Vocês estão cansados pelo peso dessa caminhada. Vocês sentem o peso do caminho e cansam. Não existe ninguém que não esteja cansado, cansado de ver tanto sofrimento na Terra, de ver tanta falta de respeito, de amor, de paciência e de proteção. O mundo precisa saber que a sua proteção está em uma vida de oração.

Vocês se perguntam: “Mãe, por que eu tenho que orar?”. Porque você tem de se proteger. Você se protege e protege a sua família, a sua casa, o Brasil e o mundo, com o poder da oração. A oração tem um poder belíssimo. Um poder muito grande. Poder de libertação, de exorcismo! A família que ora é uma família forte! E quem é forte, vence o mal.

Não deixe que as armadilhas do demônio lhe derrubem. Pelo contrário, com a oração, você destrói as armadilhas. A oração tem o poder de destruir essas armadilhas. Principalmente as famílias devem usar o poder da oração. A família é tudo na vida. Quando falamos em família, pense no mundo. Não pense só em sua família, pense no mundo. O mundo é a sua família. O Brasil é a sua casa, o mundo é a sua família.

Ao fechar os olhos e ver este mundo gigante, verá um número enorme de pessoas. Essas pessoas são a sua família. E a missão da família é lutar pelo Triunfo do meu Imaculado Coração. A família é a grande força do mundo. É da família que surge a grandeza da vida. É dela que vem um pai santo, uma mãe santa, um sacerdote santo, uma religiosa santa. A família fortalece o mundo.

Nesse ano das missões e das comunidades falamos muito da importância da família, da comunidade e da Igreja. Onde há Igreja há a presença de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Vocês são comunidade e Igreja. Quem é Igreja é abençoado por Deus Pai, Filho e Espírito Santo.

E ser família, é ser santuário das famílias. É ser uma família missionária, que luta pela vida humana, que ensina ao mundo a oração do Rosário, que trabalha, que evangeliza, que faz o bem, que faz a caridade. Mas não é possível ser família sem conversão.

Este ano, portanto, será dedicado à oração pela conversão de todas as famílias da Terra. Se você evangeliza conforme Deus pede, não é conforme você quer.

Como evangelizar as famílias? Não falo apenas nas famílias brasileiras, falo de todas as famílias da Terra. Como é grande essa família! Ao falarmos de  família nos lembramos da grande família, que é a Santa Igreja. Nós somos a Igreja, todos nós, filhos: os sacerdotes, o Santo Padre, os bispos, todo o clero é uma família. Ore pela conversão dessa família e de todas as famílias, a começar pela sua família.

Você que tem um lar, nesse lar tem Deus. Nesse lar também tem as perseguições e os sofrimentos. É difícil uma mãe que não tenha lágrimas nos olhos por causa de um filho. A mãe sempre chora por causa de um filho. Sempre a mãe dobra os joelhos por causa de um filho. Este ano será dedicado à oração pela conversão de todas as famílias da Terra.

Vocês fizeram essa peregrinação, essa caminhada dedicada ao Brasil, à Santa Igreja, ao Triunfo do meu Imaculado Coração, a todas as famílias, e este ano é dedicado à oração por todas as famílias. É um ano bonito porque a família tem que se converter. A família tem de se apresentar diante de Cristo como vocês estão aqui – Jesus está aqui. A família tem de se apresentar como uma família. Jesus não quer uma família em pedaços, mas sim, uma família santa.

É possível, sim, ser uma família santa, para quem começa hoje a orar o seu Santo Terço.

A primeira prática da vida de santidade é a oração. A oração é que leva você à comunhão com Cristo. Porque Cristo quer viver e reinar em seu coração, em sua alma. Cristo vive e reina no coração daquele que ora. Porque a pessoa que ora tem tempo de ir até Jesus, de viver com Jesus.

A primeira graça deste ano é a oração. E também há trabalho. Temos muito trabalho a fazer com as famílias. As famílias precisam cuidar de seus lares, dos seus pais, de seus filhos, dos sacerdotes. Os sacerdotes também têm uma família, a família que ele evangeliza. É partir em direção dessa bonita caminhada bonita: ser família que deseja a conversão. Se Deus lhe chama a uma vida de santidade, você tem de ter esse propósito.

Vocês foram chamados para fazer uma caminhada pesada, sob o sol e calor imenso, mas não tiveram a graça e a perseverança de seguir o caminho?

Assim é a família. Haverá bastante peso sobre a família, muita perseguição, mas a sua família é o jardim mais bonito que Deus criou. Todas as famílias da Terra são o jardim de Deus. Esse jardim de Deus é bonito demais. Se é lindo no Brasil, imagine no mundo inteiro.

Se olhar, vai ver que a família tem uma grande missão, um grande trabalho. Deve colocar em ação esse trabalho, sendo que a primeira coisa é a transformação de seus corações. Libertar-se da inveja, do ciúme, da mentira, da falsidade, de todos os pecados capitais que estão destruindo as famílias.

A família não ama mais, não respeita mais. É gananciosa, soberba, ciumenta, e mente. Uma família não pode ser assim. A família tem de ser sábia, edificadora, saber silenciar, nos momentos certos, e também falar, agir, construir e evangelizar!

Precisamos, portanto, da conversão da família. Assim chegamos a esta fraternidade, que é uma grande família, construída por Deus. Vocês têm também uma missão muito séria, que é a de orar pela conversão de todos que aqui vivem e seguem a Deus.

Se vocês desejam que este seja o santuário da família – um santuário onde Jesus quer estar – não pode ser um santuário qualquer, tem de ser um lugar sábio, verdadeiro, onde vocês abraçam uma grande missão.

O pecado domina o homem, a fraqueza da matéria. Há muitas doenças da carne. Não só físicas, mas há aquelas doenças que prejudicam também o crescimento espiritual, que é o sofrimento na alma. Há tantos transtornos no mundo – dentro das famílias.

Vocês têm uma grande missão este ano, mas necessária. É uma missão na qual, quando chega em casa e a encontra sem organização, tem a alegria de começar a organiza-la. Assim é o ano dedicado às famílias. Elas estão sem Deus, perdidas. Muitas oram, mas a grande parte ainda não ora, filhos. É fazer com que as famílias busquem a graça de Deus. Para que possa organizar a sua casa, você tem de organizar o seu coração. A sua família é a base, o alicerce, do mundo.

Jesus quer que o mundo seja santo, então este é um ano de oração, de conversão. Este é o ano de você buscar, de fato, ser aquilo que Deus quer. Vocês podem achar isso difícil, até impossível, mas a fé move montanhas. E a  fé vai mudar a família de vocês.

Creiam, confiem e esperem no Senhor, e Ele transformará as suas famílias. É só confiar, acreditar. Deus pode tudo, filhos. A vida de vocês está nas mãos de Deus. Ninguém sabe o que pode lhe acontecer no restante deste amanhecer, só Deus. Vocês estão nas mãos de Deus, a sua família, a sua casa, a sua comunidade, todo o povo de Deus.

Este é um momento de oração. É o momento em que você tem de parar e refletir que o mundo está doente. Não existe ninguém na Terra que não esteja passando por essa enfermidade. É uma doença que vai além da matéria. É uma doença que está na alma. É um sofrimento. É um peso.

Por isso, você tem de orar e pedir muito pela proteção do Espírito Santo. Este é um ano de paz, um ano bonito, um ano de riquezas, porque a oração é a maior riqueza da vida de vocês. O ouro pode comprar aquilo que o mundo lhe oferece, mas é a oração que lhe traz aquilo que Deus lhe concede: a paz e o amor! Isso nenhum ouro do mundo pode obter. Somente a oração e a força de sua fé, de sua confiança.

Cristo, que é tudo para nós. Jesus é tudo para nós. Ele nos trouxe a graça. Ele é a graça, a misericórdia, o Salvador. Ele nos ama, está no meio de nós. Vive e reina conosco. É justo, mas ama. Ele ama muito as famílias.

Eu quero pedir a Jesus que tome conta das famílias, que tome conta da sua família. Peço que Ele cuide da Santa Igreja, a família maior, esse rebanho bonito, porque Deus é maior do que todas as tempestades do inimigo. Ele é maior! O inimigo pode fazer zoeira, tempestade, mas onde habita o silêncio de Deus, habita a vitória! É isso que as famílias precisam. Não é a tempestade, é o silêncio. O silêncio de Deus!

Abram seus corações. Agradeçam a Deus. Louvem ao Senhor pelas suas famílias. Todos têm uma família. Todos, filhos! Todos vocês têm uma família. Para que você tivesse aqui na Terra, Deus lhe deu de presente uma família. Nem sempre é a família que você gostaria de ter, mas é a família que Deus lhe concedeu. Ame sempre a sua família, mesmo que lhe falte coragem para amar e aceitar a sua família como ela é.

Peça a Deus para lhe dar a graça e a fé de amar e orar pela conversão de sua família, principalmente os filhos. Os filhos têm essa forte missão de orar pela conversão dos pais. Os pais pela conversão dos filhos. E, juntos, orar pela conversão de todas as famílias da Terra.

Quem vier a este santuário tem de buscar a santidade. Não é a perfeição, filhos. Deus sabe. Deus ama o pecador, mas detesta o pecado. A família que ama a Deus, que ora e confia em Deus, ela também detesta o pecado. Por isso, está sempre buscando confessar-se, arrepender-se, a ter uma vida nova, cheia de graça, repleta do Espírito Santo. Isso será necessário para ter a força que vão precisar. Aí está a missão deste ano.

O sofrimento não será diferente daquele que vocês já têm vivenciado, filhos. A dor não será nem maior, nem menor. A dor é grande, mas Deus lhe sustentará firmes na fé, corajosos. Sigam adiante! Não tenham medo nem da tempestade, nem do calor imenso que tiveram de enfrentar para serem famílias abençoadas e santas.

Com carinho, eu quero neste momento dar-lhes a minha bênção.

Neste momento, Nossa Senhora abençoa todos, enquanto cantam: “Dai-nos a bênção...”

Queridos filhos!

Abençoar vocês neste ano é a minha missão de Mãe. É a minha missão de Serva, Mensageira, Mãe de Deus, Mãe de todos os filhos que tanto ama. A bela missão que vocês têm é a de crescerem e se fortalecerem.

Neste ano vocês devem apenas dizer palavras sábias, palavras simples, mas ditas com o coração aberto, com o coração entregue, com o real desejo de serem uma família digna de ser jardim, santuário e sacrário. Uma família que seja cada dia mais digna daquilo que Cristo tem para dar. Ele mesmo é o vinho maior, o melhor vinho, da vida de todas as famílias. Sempre abra o seu coração e com amor diga a Jesus:

“Eu quero, Jesus, a conversão e a santidade da minha família. Eu entrego ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo a minha casa, os meus filhos, a minha vida. E me ofereço inteiramente a vós, como humilde servo do Senhor! Amém!”

Que Deus abençoe as famílias. Que vocês estejam dispostos a orar pela conversão de suas famílias. Lembrem-se de que este ano é dedicado à oração pela conversão das famílias. Não é o ano dedicado às famílias, mas o ano dedicado à oração pela conversão das famílias, de todas as famílias. Aonde há uma família, há necessidade de conversão e de santidade. Lembre-se sempre disso, filho! Porque a família é a luz do mundo. Essa é a luz que irá brilhar e lutar pelo Triunfo do meu Imaculado Coração.

Que todos permaneçam em paz. Desejo um ano de bênçãos para as famílias, um ano de conversão para todas as famílias. Esse é o desejo da Mãe de Deus, da Mãe de Piedade, da Mãe de todos os filhos.

As flores que me ofertaram, eu peço a Jesus que abençoe para cura e libertação dos doentes do corpo e da alma.

Eis aqui a Serva de Deus, a Mãe de Piedade, e eis que o Senhor me chama!

 

Our website is protected by DMC Firewall!