Domingo, 24 Janeiro 2010 13:22

O Inimigo de Deus se Avizinha

Avalie este item
(0 votos)

A família do Sr. Antônio sempre foi muito fervorosa na fé, e todos praticavam a religião. Nas missas dominicais participavam todos juntos.

Sr. Antônio era o único ministro da Eucaristia da Paróquia e auxiliava ao Frei Joaquim – Pároco na época - nas missas e celebrações, e participava de todos os movimentos da Igreja. Os filhos freqüentavam à catequese e se preparavam para a primeira comunhão.

Naquela semana, na Fazenda do Barro Vermelho, tudo estava tranqüilo, era uma terça-feira. O Sr. Euclides descansava da colheita que fizeram. As crianças brincavam à sombra das árvores, exceto o filho mais velho, o Geraldo, que, como de costume, trabalhava com seu pai, Sr. Antônio.  Irenize, a filha mais velha, estudava e trabalhava na cidadezinha de Bonfim, com uma tia. A zelosa mãe, Maria José (D. Tilica), lavava as roupas da casa e se divertia com as brincadeiras das crianças. De vez em quando parava, para amamentar seu filhinho caçula, Antônio Augusto. Em tudo, notava-se a presença de Deus naquela humilde família, escolhida pelo Céu.

Nos fundos da fazenda, encontrava-se o Rio Macaúbas. Por lá, Sr. Antônio e Geraldo cortavam capim para alimentar o gado. E conversavam: “É, meu filho, pelo que tem acontecido comigo nestes últimos tempos, e porque eu sou um homem que acredita que Deus existe, e que quer que trabalhemos para o Reino de Jesus Cristo, daqui pra frente, vou dedicar mais tempo para Deus, para as coisas de Deus!”

Mal terminara de falar, apareceu um moço moreno, de calção vermelho, muito apressado e escondendo seu rosto. Imediatamente escutaram um ruído mato adentro, e ele atravessou o barranco que era seguido pelo brejo e pela água, lugar inacessível e perigoso.

Sr. Antônio pensou ser um marginal, por causa de suas características diferentes e tamanha pressa.

Geraldo disse: “Devem ser pescadores; escuta a barulhada que está vindo do rio.” Ouviram um grande barulho como se uma multidão se precipitasse.

Sem nada entenderem, guardaram mais este inexplicável acontecimento. Falavam das coisas de Deus e professavam sua fé, quando isso aconteceu.

Nossa Senhora mais tarde, em uma de suas aparições disse: “ No lugar que está preparado para acontecerem as coisas de Deus, o demônio vem primeiro. Mas com a ajuda de Deus, ele foi expulso da terra.”

Esclareceu que Sr. Antônio e Geraldo tiveram uma leve visão de satanás, pois ele mesmo, como é, ninguém agüenta ver. Jesus, o Filho de Deus, teve pavor quando o viu.

No rio, estava toda a tropa e exército de satanás. Quando Sr. Antônio professou sua fé, venceu o mal que queria impedir que Deus realizasse seu plano naquele lugar.

Assim, muitos outros foram os acontecimentos que precederam as aparições de Nossa Senhora na fazenda Barro Vermelho, a 2km de Piedade dos Gerais.

Deus é e sempre será o Senhor de todas as coisas!

Última modificação em Domingo, 18 Fevereiro 2018 08:24
Mais nesta categoria: O Cavaleiro do Cavalo Branco »
DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd