Segunda, 10 Setembro 2012 14:13

Mensagem de 02 de Outubro de 2012

Avalie este item
(1 Votar)

Queridos filhos!

É uma bênção grandiosa de Deus para nós e sobre nós, este momento de reflexão sobre a presença do Espírito Santo e a sua linda unção. E vocês aqui reunidos com os corações dos filhos romeiros, peregrinos que Deus chamou a estar aqui neste dia, nesta hora, que Deus preparou para todos os corações; porque nada neste mundo acontece sem que fosse a vontade de Deus. E a vontade Deus para nós é esta: que estejamos nesta Capela humilde, neste Vale simples, neste Vale de amor, Santuário de luz e cheios da presença de Deus sobre nós, a presença do Céu em nós. Então de um modo muito especial vamos vivenciar esta graça que Deus permite a todos os corações, que Deus concede a todos os nossos corações. E vamos pedir a Deus que nos dê um dia de paz.

Vocês estão aqui felizes, estão agradecidos aos anjos pela linda reflexão do Dia dos Anjos, que não é esse dia de hoje, mas que na verdade a presença dos anjos tem que ser lembrada em nossas vidas todos os dias. Pela grande lição que recebemos do Céu – que nos mostra a presença dos anjos na Igreja, que é cercada pelo Espírito Santo e pelos Arcanjos – nós devemos ter uma preparação onde o nosso coração já esteja consciente da graça que somos alcançadores.

Falar dos anjos ao coração de vocês que estão ouvindo há vinte e cinco anos o Céu, é algo que vocês já estão completamente conscientes e cientes e de que sem a presença dos Arcanjos vocês não vencem a batalha. Cada um precisa de uma proteção, cada um tem a sua proteção e é necessária esta unidade com os anjos para que a nossa vida seja protegida de todos os ataques do inimigo; principalmente aqueles que são mais frequentes: das palavras, do gesto, do olhar, do escutar, naquilo que você faz e naquilo que você lança – que tanto pode ser uma coisa linda, como se você não tiver zelo, não tiver os Arcanjos para te conduzir, pode ser um veneno. E quanto veneno esta presente nas famílias causando uma guerra familiar, causado pelo veneno que é o pecado.

Então necessitamos da proteção verdadeiríssima do Céu, para nós, para nossa Comunidade, para o Brasil, para o mundo. Necessitamos da plenitude e da doçura do Divino Espírito Santo. Necessitamos valorizar muito o silêncio, porque o silêncio é um ato de prudência. O que é o silêncio? Não é você ficar mudo, mas é você ser prudente, é você vigiar e orar. O silêncio se resume nestas duas palavras. Vigiai, cuidado; porque o inimigo tenta você a cada segundo, a cada momento e sempre domina a sua palavra. Quantas vezes que você por causa de uma palavra que não saiu do coração – porque a malícia não sai do coração, do coração sai apenas a bondade – mas dominado por aquele ego, por aquele orgulho, você lança o veneno que hoje está destruindo a humanidade, o veneno que hoje está causando a destruição, está causando a desunião.

Ninguém nesta vida é capaz de ter, completamente, clareza sobre a vida do outro. Só ele próprio, só você mesmo. Cada um é capaz de saber de si mesmo. Quem sou eu? Você pode responder “quem sou eu?” Pode. Porque Deus te deu sabedoria, Ele te deu o batismo, mas ninguém pode responder por você. Então para que o homem viver cercado do veneno da inveja, do ciúme e da mentira? Para que olhar o outro e falar: “ele é assim”. Se na verdade o coração das pessoas nunca conhece a Deus, e o próprio Deus nos fez conhecer cada um, o seu próprio coração, porque é o lugar que vivemos a intimidade de Deus em nós.

Então se você é uma pessoa de oração você vai ter cuidado pelos seus atos. Você vai zelar, você vai ser um homem que vigia e que ora, porque hoje o barulho é demais. O ruído traiçoeiro, o ruído da destruição, o ruído das palavras, o ruído da perseguição, o ruído da maldade é demais, filhos. Em tudo você vê um homem querendo sobressair diante da dificuldade do outro. E a vida não é assim. A vida é diferente. Enquanto você não buscar ver aquilo que Deus quer de você, você não será feliz. E cada um sabe o que Deus quer de si mesmo. Deus quer ver você na lama do pecado? Não. Por isso, Ele deixou os mandamentos, Ele mostrou a luz: “estes são os Meus mandamentos, se você seguir você vai viver longe do pecado, você vai viver longe das armadilhas do demônio”.

A humanidade tem que ter consciência. Consciência do seu ato, consciência da sua ação, porque você vai colher aquilo que você planta, aquilo que você está sendo hoje. Você está sendo autêntico? Você vai ter autenticidade. Mas se você está na mentira? A mentira também vai estar na sua vida, o sofrimento vai estar na sua família, a dificuldade vai entrar na sua casa, a pobreza vai invadir o seu interior, porque a pobreza não é só a pobreza da matéria, é pobreza de espírito. A humanidade quando é pobre de espírito não tem palavras dóceis, só tem palavras amargas, de depressão, de tristeza e de dificuldade; não vê luz. Imagina se você sair nesta hora deste dia de hoje e não vê luz? Você vê só escuridão, só rancor, só destruição.

A presença de Deus em nossa vida, a presença dos anjos do Céu em nossas vidas é a fonte da nossa graça, é o alicerce de nossa caminhada, tudo por Deus, tudo pelos anjos de Deus. Toda a nossa proteção está no Senhor. Nós dizemos tantas vezes esta oração tão bonita: “a nossa proteção está no Senhor”. Mas você acredita nesta proteção que vem do Senhor? Acredita que São Miguel, que São Gabriel, que São Rafael, que o Anjo da Guarda e todos os anjos, que são muitos, estão na sua caminhada te protegendo? Mas é verdade. Pode ter certeza que cada segundo da sua vida o Anjo do Céu te protege, um Arcanjo te guarda. Porque é muita dor, muito sofrimento e muita perseguição que você passa nesta caminhada aqui na terra. Se você não tiver um Arcanjo para te proteger você não vence.

Como é bonito ver vocês fazendo esta homenagem. Eu fiquei muito feliz, porque vocês não se esqueceram dos anjos. E a Mãe de Piedade vivencia a cada momento esse ensinamento para vocês. Muitas vezes, filhos, é como o dia do seu aniversário, você nunca vai esquecer, por que está em você, você lembra que nasceu naquele dia. Por isso, você deve lembrar também do batismo, porque é o momento que você nasce para Deus de verdade, para a Luz maior. Então a presença dos anjos é fundamental. E eu fiquei feliz de saber que vocês tiveram essa lembrança da presença dos anjos na vida de vocês e estão fazendo está homenagem hoje, porque nunca é tarde para homenagear aquele que te guarda todos os dias. Por isso que a sua homenagem tem que ser todos os dias. Agradeça sempre a Deus pelos Santos Anjos, pelo Anjo de sua guarda, por você estar aqui hoje, pela presença do Espírito Santo que é Deus na sua vida, pela fé que move você a este Santuário de amor e de luz.

Movidos pela proteção dos Arcanjos, pela proteção do Céu, eu quero abençoar esta linda família e o coração destes romeiros tão humildes, pedindo a Jesus que dê a eles a graças que vieram buscar aqui, seja para a alma, ou seja, para o corpo, que seja a cura da alma, ou seja, a cura do corpo, que seja uma bênção para a família, ou uma bênção para os filhos, cada um vai levar daqui a sua graça e o Céu vai te conceder a fidelidade para você ser merecedor desta graça que o Céu derrama sobre você sempre. Por isso com grande carinho eu quero abençoar todos os filhos.

Neste momento Nossa Senhora abençoa a todos os presentes enquanto cantam: dai-nos a bênção...

Queridos filhos!

Eu abençoei carinhosamente todos os filhos, abençoei carinhosamente todas as famílias, abençoei carinhosamente todos os corações dos filhos que vieram para agradecer a Deus. Como é lindo o Céu, como é lindo o plano de Deus, porque nos faz ver o impossível, abraçar o impossível e enxergar aquilo que está além da nossa capacidade humana, que é o mistério de Deus que é muito maior do que imaginamos. Se imaginamos ser sábios muito maior é o mistério de Deus, muito maior é a sabedoria de Deus. Com esta paz que Ele traz aos nossos corações, podemos sentir a presença dos anjos aqui no meio de nós. Quando vocês estavam fazendo aquela oração, eu sentia a presença dos anjos na vida de vocês, filhos, abençoando, guardando e iluminando o caminho de vocês a Jesus.

Esta bênção de hoje foi para a minha filha (...), que Jesus dê a ela o consolo, conforto, a paz interior. Quando se perde alguém que você muito ama, você tem que lembrar que todos nós somos de Deus e que todos devem estar preparados, porque a nossa missão aqui na terra é passageira e a única certeza que temos é da caminhada ao Reino de Deus, ao encontro com o Céu.

Que permaneçam todos vocês na paz, sobre a proteção do Pai, do Filho e do Espírito Santo. E quem me ofertou estas flores tão belas e lindas, eu dou meu Coração de Mãe.

O Céu me chama e eis aqui a Serva do Senhor!

Última modificação em Quarta, 09 Outubro 2013 15:06
DMC Firewall is developed by Dean Marshall Consultancy Ltd